Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Daily Archives: 04/09/2016

Mirante: Presidente da Câmara é agredido dentro da sede do Legislativo, caso vai parar na delegacia

Share Button
Foto: Leito / Bom Jesus Destak
Foto: Leito / Bom Jesus Destak

O Presidente da Câmara Municipal de Vereadores da cidade de Mirante José Marinho de Lima foi agredido dentro da própria Câmara na tarde desta sexta-feira 02 de setembro. A agressão foi gerada por parte de pessoas do partido oposto, em seguida o mesmo recebeu ameaça de morte via whatsapp, o caso foi parar na delicia do município.IMG-20160902-WA0364

Poções: Jovem de 16 anos está desaparecido

Share Button
Foto: Conselho Tutelar
Foto: Conselho Tutelar

Desde terça-feira (30), está desaparecido Jeferson Carlos Dias Santos, 16 anos, que saiu da escola Antonio Carlos Magalhães, onde estuda, mas não voltou pra casa. Ele estava trajando uma blusa preta e com moletom, calça escura e tênis azul. Jeferson é morador da região da Serra. Quem tiver informações pode entrar em contato pelo número 9 9979-3735, ou ligar para o Conselho Tutelar 3431-5814.

Nova regra deixa 51% dos candidatos sem dinheiro

Share Button
Nova regra deixa 51% dos candidatos sem dinheiro

Foto: Reprodução / Ultracurioso
Na primeira disputa eleitoral após a proibição de doações de empresas a partidos e candidatos, o dinheiro anda escasso. Há um mês da votação, 51% dos 16.349 políticos que disputam as 5.568 prefeituras do país não arrecadaram nem um centavo sequer. Entraram nas contas dos demais, somados, R$ 248 milhões, o que representa uma queda de 46% em relação ao que ocorreu em 2012, quando se comparam períodos equivalentes das campanhas. Além dos 8.269 candidatos que declararam ter receita zero até a sexta-feira, outros 3.901 (24% do total) registraram arrecadação inferior a R$ 10 mil. A redução das verbas, além do fim do financiamento empresarial, está relacionada ao fato de as campanhas terem ficado mais curtas. Há menos tempo para arrecadar – e, em tese, os custos também diminuirão. A escassez de recursos se traduz em menor impacto visual. Com raras exceções, nas ruas há menos bandeiras, cartazes e santinhos. O PT, maior beneficiário de doações de empresas até recentemente, agora orienta seus candidatos a driblar a falta de recursos com a produção de propaganda para internet e programas de TV usando telefone celular, cartolina, pincel atômico e placas de isopor. Na falta das empresas, os próprios políticos passaram a ser a principal fonte de financiamento das campanhas. Segundo levantamento do Estadão Dados, um em cada três candidatos a prefeito ou vice teve de abrir o bolso para pagar suas despesas. Os recursos próprios somam R$ 106 milhões, o equivalente a 43% do total arrecadado. A preponderância das autodoações é uma novidade: há quatro anos, essa modalidade respondeu por apenas 19% das verbas que circularam pelas campanhas. Na categoria dos autofinanciadores há uma enorme disparidade de riquezas: 51% do total de recursos próprios foi desembolsado por apenas 8% dos candidatos. No topo do ranking está o empresário Vittorio Medioli (PHS), o segundo candidato mais rico do Brasil, que já gastou do próprio bolso R$ 1,5 milhão com o objetivo de administrar Betim, a segunda cidade mais rica de Minas, depois de Belo Horizonte. Medioli, que não respondeu às tentativas de contato feitas pela reportagem, declarou à Justiça Eleitoral ter patrimônio de R$ 352, 5 milhões. Dono do quinto maior patrimônio do país, o tucano João Doria, que concorre à Prefeitura de São Paulo, já gastou R$ 834 mil em recursos próprios. Isso o coloca na quinta posição entre os mais generosos com as próprias campanhas. Assim como os recursos próprios, o dinheiro público também ganhou mais peso neste ano. Verbas do Fundo Partidário, que têm origem no Orçamento da União, respondem por 28% de tudo o que entrou nas contas dos candidatos desde o dia 16 de agosto, data em que eles foram autorizados a começar a coleta de recursos. Na campanha de 2012, os partidos também faziam contribuições significativas, mas a origem do dinheiro era majoritariamente privada. Empresas doavam para as legendas e estas repassavam os recursos aos candidatos – assim, com o uso de intermediários, as prestações de contas não mostravam as conexões entre financiadores e financiados. Eram as chamadas doações ocultas. Por fim, as contribuições das pessoas físicas empataram com as dos partidos nas últimas duas semanas, chegando também a 28% do total. Mas a esperada democratização do financiamento eleitoral, com a pulverização das doações, ainda é um objetivo distante: apenas 19.428 eleitores fizeram contribuições até a semana passada – na média, pouco mais de um doador por candidato a prefeito.

Alta de ICMS encarece medicamentos na Bahia e outros 11 estados

Share Button
Alta de ICMS encarece medicamentos na Bahia e outros 11 estadosFoto: Agência Brasil
A necessidade de os governos estaduais reforçarem o caixa em tempo de crise está custando caro a pacientes de quatro regiões do país. Desde o fim do ano passado, 12 estados aumentaram o Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre medicamentos, com impacto médio de 1,2% sobre os preços. De acordo com levantamento da Interfarma, associação que reúne 55 laboratórios em todo o país, a alíquota passou de 17% para 18% na Bahia e em outros 11 estados: Amapá, Amazonas, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Sergipe e Tocantins. O imposto subiu de 17% para 17,5% em Rondônia e de 19% para 20% no Rio de Janeiro, que cobra o maior ICMS do país sobre medicamentos. Segundo a Agência Brasil, a carga tributária média sobre os medicamentos no Brasil corresponde a 34% do preço total, uma das mais altas do mundo. A alta do ICMS, de acordo com a Interfarma, resulta em redução de descontos nas farmácias porque a indústria farmacêutica está sendo impactada por outros custos que não foram totalmente repassados em 2015, como a alta do dólar e da energia elétrica. Para o diretor de Acesso da Interfarma, o consumidor é punido duplamente, tanto ao comprar o medicamento como ao pagar imposto mais alto que não necessariamente é aplicado em saúde. “No caso do Farmácia Popular, que é um programa muito bem-sucedido, o governo federal gasta quase R$ 3 bilhões por ano com programa, mas paga, em média, 18% de ICMS para o estado, que não abriram mão do imposto. Quase R$ 600 milhões por ano vão para o tesouro dos estados, mas não voltam à saúde”, diz. Segundo Bernardo, a alta do ICMS agravou as distorções na tributação dos medicamentos, que pagam mais imposto que produtos menos essenciais. “Alguns estados cobram 12% de ICMS sobre automóveis e 17% sobre cerveja, enquanto reajustaram a alíquota sobre medicamento para 18%”, ressalta. “Até medicamentos veterinários são isentos de ICMS, mas os demais tipos pagam uma das cargas tributárias mais altas do mundo”,

Polícia prende um dos cinco homicidas mais procurados de Salvador

Share Button
Polícia prende um dos cinco homicidas mais procurados de Salvador

Foto: Divulgação / SSP
A polícia prendeu, na manhã deste domingo (4), o traficante e homicida Ricardo Rodrigues de Souza, 29 anos, conhecido pelo apelido de ‘Bucha de Sena’. A prisão foi resultado de uma operação realizada por equipes da Delegacia Territorial de Castro Alves e da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Central. Ricardo era o ‘Ás de Ouros’ do Baralho do Crime, da Secretaria da Segurança Pública (SSP), e tinha mandado de prisão expedido. Segundo a SSP, ele estava escondido, há 15 dias, em uma casa alugada no centro do município de Castro Alves. No local, a polícia apreendeu maconha prensada e três celulares. Segundo o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Bucha de Sena é envolvido em dezenas de assassinatos e um dos cinco homicidas mais procurados da capital baiana. Também liderava em Salvador o tráfico de drogas no bairro da Liberdade e áreas adjacentes. Em junho deste ano, determinou a queima de ônibus no final de linha da Pero Vaz, após uma operação policial. “Esta é mais uma vitória da polícia baiana. Estávamos com as equipes de inteligência monitorando os deslocamentos desse perigoso traficante e homicida e, no momento certo, conseguimos capturá-lo sem qualquer tipo de resistência e de danos a nossos efetivos”, defendeu o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa. Barbosa acrescentou que já mandou reforçar o policiamento na região da Liberdade, “para coibir qualquer tipo de revide de integrantes de sua facção”. Devido à sua periculosidade, o bandido foi encaminhado para o Presídio de Segurança Máxima de Serrinha

Se lerem a matéria, verão quem solicitou a instalação das lâmpadas na BR116.

Share Button

ONTEM POR VOLTA DE MEIO DIA ESTAVA FAZENDO UM VOO TESTE COM O DRONE DO POÇOES24HS QUANDO ELE DEU UM PROBLEMA E ATERIÇOU O GPS MOSTROU O LOCAL ONDE ELE POUSOU MAS NÃO ENCONTREI SE ALGUEM ACHOU POR FAVOR ENTRA EM CONTADO COM NÓS PELO ZAP 991595926 DAREMOS UMA BOA GRATIFICAÇÃO

Share Button

[FOTOPOÇOES24HS]

[FOTOPOÇOES24HS]

ELE POUSOS NESSA RUA EM ALGUMA CASA ELE É CONTROLADO VIA SATÉLITE E TEM BLOQUEADOR O SINAL MOSTROU AONDE ELE POUSOS FOI NESSA RUA EM UMA DESSAS CASAS QUEM ENCONTROU PEÇO POR FAVOR NOS DEVOLVER SERÁ BEM GRATIFICADO OBRIGADO

[FOTOPOÇOES24HS]

[FOTOPOÇOES24HS]

CASAL DESAPARECIDO 2/9/16 SAIRAM DE CANDEIAS A BELO HORIZONTE A ULTIMA VEZ QUE VIRAM ELES FORAM NA RODOVIARIA

Share Button

Homem morre e três pessoas ficam feridos após colisão frontal no município de Barreiras Pneu teria estourado, veículo rodou na pista e colidiu com o carro que estava em sentido

Share Button

Uma pessoa morreu e três ficaram feridas, no sábado (3), após um acidente entre dois veículos de passeio no km 863 na BR-242, perto do Posto Cerradão, no município de Barreiras, no oeste da Bahia. Segundo informações da PRF (Polícia Rodoviária Federal), Ioshiie Martins da Silva não resistiu aos ferimentos e morreu. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Local)Experimente grátis toda a programação da Record no R7 Play                             Uma pessoa morreu e três ficaram feridas, no sábado (3), após um acidente entre dois veículos de passeio no km 863 na BR-242, perto do Posto Cerradão, no município de Barreiras, no oeste da Bahia. Segundo informações da PRF (Polícia Rodoviária Federal), Ioshiie Martins da Silva não resistiu aos ferimentos e morreu. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Local)O Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) prestou os primeiros socorros aos feridos. Eles tiveram ferimentos leves e foram encaminhados para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Luís Eduardo MagalhãesSegundo a imprensa da região, um dos pneus traseiros de um veículo estourou, rodou na pista e colidiu com o outro carroAinda de acordo com a PRF, os dois veículos colidiram frontalmente

Aprovação ao governo Temer varia de 8% a 19% nas capitais, aponta Ibope

Share Button

Por Thiago Reis

 

A avaliação do governo do presidente Michel Temer (PMDB) como “ótimo” e “bom” varia de 8% a 19% nas capitais, segundo pesquisas Ibope realizadas nesta semana e na semana passada. A maior parte dos levantamentos foi feita antes do impeachment de Dilma Rousseff, quando Temer ainda ocupava o cargo interinamente.

 

 

O maor índice de aprovação à administração de Temer é registrado em Manaus: 19% a classificam como ótima ou boa.

TemerTemerTemerTemer

Já em Salvador e em Aracaju, 8% dos eleitores classificam sua gestão como ótima ou boa – o menor índice entre todas as cidades. Salvador também é a capital com a maior reprovação à administração de Temer: 53% dizem que seu governo é “ruim” ou “péssimo”.

 

 

Macapá é a capital com o maior percentual de avaliação “regular”: 44%.

 

As pesquisas eleitorais, cujas margens de erro variam, podem ser acessadas na página especial. Todas têm nível de confiança de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. Elas estão registradas nos TREs (tribunais regionais eleitorais) e no TSE.