Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Monthly Archives: outubro 2016

Secretaria de Saúde divulga lista de mortos em acidente com ônibus Batida ocorreu na PR-323, em Cafezal do Sul, nesta segunda-feira (31). Ao menos 20 pessoas morreram e dez foram levadas a um hospital.

Share Button
Bombeiros trabalham para conter o fogo (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)Ônibus e caminhão ficaram destruídos após incêndio (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

A Secretaria Municipal de Saúde de Altônia, no noroeste do Paraná, divulgou os nomes das pessoas que morreram no acidente entre um ônibus e um caminhão na PR-323, em Cafezal do Sul, na manhã desta segunda-feira (31). Vinte pessoas morreram e dez ficaram feridas.

Veja os nomes das pessoas que morreram no acidente:

– Alcides Rosa
– Alzira Domingues Boiani Clementino
– Antonio Camilo Trentin
– Antônio Itikawa
– Aparecida de Alexandre Silva
– Arlindo Carraro
– Cezina Lorenconi Rossi
– Ernesto Pingoello
– Florinda Ramos dos Santos
– Leonor Sanches Gazola
– Maria Fernandes de Paula
– Norival Rosa
– Virgílina Tenório Martins
– Iolanda Clementino
– Geni dos Santos
– Elza Alencar Bezerra
– Maurício Alencar Bezerra
– Amabile da Silva Lima
– Audina Carraro
– Sérgio Scravanato (motorista do caminhão)

Conforme a Secretaria Municipal, no ônibus estavam pacientes que passariam por tratamento de catarata em um hospital de Umuarama. “Foi fechado um dia no hospital para levar esses pacientes. O ônibus saiu de Altônia por volta das 5h30, e no meio do caminho ocorreu o acidente”, detalhou o secretário de Saúde Edson dos Santos Souza.

Fogo destrói casa na BA e moradores que dormiam escapam; fotos Caso ocorreu durante a madrugada desta segunda, em Feira de Santana. Ainda não há informações sobre o que provocou as chamas.

Share Button
Incêndio atingiu residência na cidade de Feira de Santana, na Bahia (Foto: Ed Santos/Acorda Cidade)Incêndio atingiu residência na cidade de Feira de Santana, na Bahia (Foto: Ed Santos/Acorda Cidade)

Um incêndio destruiu uma casa na cidade de Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador, durante a madrugada desta segunda-feira (31), e duas pessoas que dormiam no local conseguiram escapar a tempo. Um dos moradores, no entanto, ficou ferido.

Incêndio atingiu residência na cidade de Feira de Santana, na Bahia (Foto: Ed Santos/Acorda Cidade)Incêndio atingiu residência na cidade de Feira de
Santana, na Bahia (Foto: Ed Santos/Acorda Cidade)

De acordo com informações passadas pelo Corpo de Bombeiros, o caso ocorreu pouco antes das 5h. O imóvel atingido fica localizado na Rua Primavera, no bairro Pampalona.

Um homem que estava no imóvel sofreu queimaduras nas pernas e foi encaminhado para um hospital da cidade. Não há informações sobre estado de saúde da vítima, que não teve identidade divulgada.

Com as chamas, parte do imóvel desabou logo após os moradores saírem da residência. Os móveis ficaram destruídos.

Vizinhos contaram que os moradores do imóvel estava sem energia elétrica em casa e que costumavam utilizar velas e que isso poderia ter sido a causa do fogo. No entanto, o Corpo de Bombeiros informou que somente uma perícia do Departamento de Polícia Técnica (DPT) poderá esclarecer as causas do incêndio.

Incêndio atingiu residência na cidade de Feira de Santana, na Bahia (Foto: Ed Santos/Acorda Cidade)Incêndio atingiu residência na cidade de Feira de Santana, na Bahia (Foto: Ed Santos/Acorda Cidade)
Incêndio atingiu residência na cidade de Feira de Santana, na Bahia (Foto: Ed Santos/Acorda Cidade)Incêndio atingiu residência na cidade de Feira de Santana, na Bahia (Foto: Ed Santos/Acorda Cidade)

Presos matam colega na BA e deixam recado para juiz no corpo da vítima Caso ocorreu no domingo (30), no município de Barreiras, oeste do estado. No corpo, presos escreveram “solta, Gabriel’, para o juiz Gabriel Morais.

Share Button
Delegacia de Barreiras, no oeste da Bahia (Foto: Reprodução/ TV Bahia)Delegacia de Barreiras, no oeste da Bahia (Foto: Reprodução/ TV Bahia)

Cerca de 70 presos do Complexo Policial de Barreiras, no oeste da Bahia, mataram um colega de cela a facadas e deixaram um recado no corpo dele para o juiz do município, na madrugada do domingo (30).  As informações foram confirmadas ao G1, nesta segunda-feira (31), pelo delegado Joaquim Rodrigues, titular da Delegacia de Barreiras.

De acordo com o delegado, os presos usaram pasta de dente e o próprio sangue da vítima para escrever a frase “solta, Gabriel”, que faz referência ao juiz Gabriel Morais, no corpo do homem. A vítima foi encontrada pendurada de cabeça para baixo com lençois em uma viga, na parede da cela. O recado seria um pedido para que o juiz determinasse a soltura de presos no local. O G1 tentou falar com o juiz, mas não conseguiu contato.

Segundo o delegado, o crime foi percebido por conta do barulho feito pelos presos durante a ação. Os agentes chegaram a acionar a Polícia Militar para auxiliar na situação, por temerem ser uma rebelião, mas quando conseguiram entrar na ala das celas, o homem já estava morto.

De acordo com o delegado, os presos teriam cometido o crime por terem se sentido intimidados, após a vítima ter dito que seria capaz de matar alguém enquanto a pessoa estivesse dormindo. “Ele disse que já matou um dormindo e seria capaz de matar mais dois”, disse Rodrigues.

Conforme o delegado Joaquim Rodrigues, o preso morto havia sido transferido para a carceragem há pouco tempo. Ele tinha sido preso por homicídio, no município de São Desidério, distante cerca de 27 km de Barreiras.

O delegado informou que o corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Barreiras. Não há informações sobre o sepultamento dele. O caso está sob investigação do Departamento de Homicídio e Porteção à Pessoa (DHPP).

Ainda de acordo com o delegado, a carceragem do complexo possui capacidade para 28 presos, mas, atualmente, abriga cerca de 130. O número corresponde a mais de quatro vezes o limite.

Politica- Possível lista de pessoas que deverão compor os escalões administrativos do governo 14 ( PTB )

Share Button
leociano

( Foto. Liberdade.Fm)


O  prefeito Léo Mascarenhas (PTB), ainda não anunciou publicamente nomes que deverão compor os escalões administrativos a partir de janeiro, mas, nas conversas politicas da cidade, é intenso o nível de especulações em torno de escolhas que possivelmente serão feitas para compor o futuro governo. Num levantamento feito pelo blog poções 24h, com base nesses comentários extraoficiais, que multiplicam pela cidade, a formatação do quadro de secretários, diretorias e coordenação seria o seguinte:

MARCELO PEREIRA – Secretaria de Finanças

ELIFRAN – Secretaria de Administração

ADRIANINHO – Chefe de Gabinete

ADILSON DA FARMACIA – Secretaria de Saúde

PATRICIA (esposa de Jorge Luís ) – Secretaria de Educação

DR. DIEGO – Secretaria Agricultura

VILTON CONDE – Secretaria de Infraestrutura

LIÉ – Chefe da Rodoviária

KEL DO PAT – Chefe do IPTU

VANDA – Coordenadora de Saúde

DR. CHICO – Diretor da UPA

PASTOR REGINALDO – Pat

Preço médio da gasolina cai em 12 estados e no DF na semana, diz ANP No DF, custo caiu 9 centavos; em Pernambuco preço subiu 7 centavos. Preço no país caiu menos de 1 centavo 15 dias após anúncio da Petrobras.

Share Button

Os preços médios do litro da gasolina para o consumidor caíram em 12 estados e no Distrito Federal na semana que se encerrou no sábado (29). A retração ocorreu duas semanas após a Petrobras anunciar a redução do preço da gasolina nas refinarias. Apesar de registrarem preços menores na semana passada, apenas oito desses estados praticaram preços abaixo dos valores registrados antes do anúncio da Petrobras.

Em outros 12 estados o preço médio da gasolina subiu na semana passada e em outros dois ficou estável.  O levantamento foi feito pelo G1 com base nos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

No país, na semana encerrada no dia 29 de outubro, o preço médio do combustível para o consumidor ficou em R$ 3,669 – queda de apenas R$ 0,002 em relação à semana terminada em 22 de outubro, quando o preço era de R$ 3,671, ou seja, menos de 1 centavo.

Na semana terminada no dia 15, em que a estatal anunciou a redução do preço, o valor médio do litro estava em R$ 3,654. Portanto, o preço ainda está acima da média apurada antes do anúncio da redução.

A ANP monitora semanalmente os preços da gasolina, etanol e diesel em todo o país. Os pesquisadores coletam os dados sobre gasolina em 5.667 postos do país.

A diferença de preços entre os estados chega a 18,8%. A gasolina mais cara na semana passada era a do Acre (R$ 4,117 o litro). Já a mais barata era no Distrito Federal (R$ 3,465).

Onde o preço caiu: Acre, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Tocantins.

Onde o preço subiu Alagoas, Amapá, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rondônia, Roraima, São Paulo e Sergipe.

Onde ficou estável: Pará e Santa Catarina

Distrito Federal registrou maior queda no preço da gasolina e menor valor por litro no país (Foto: Arte/G1)Distrito Federal registrou maior queda no preço da gasolina e menor valor por litro no país (Foto: Arte/G1)

Veja ao final desta reportagem a variação de preços em todas as 27 unidades da Federação nas 4 semanas deste mês.

Diferenças de preços
De acordo com Walter Vitto, consultor de análise setorial e inteligência de mercado da Tendências, além dos diferentes valores do ICMS em cada estado, há diferença entre os custos de frete do combustível. “Estados mais distantes das refinarias tendem a ter fretes mais caros, e esse é o caso do Acre”, diz. No entanto, o estado está entre os que têm a menor alíquota de ICMS do país – 25%, segundo o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicom).

Há, ainda, diferença entre as alíquotas estaduais do ICMS incidente sobre os preços do etanol anidro, que responde por 27% da composição da chamada gasolina C, a que vai para o consumidor. No caso do Rio Grande do Sul, o percentual é de 30%. O estado com a menor alíquota do ICMS sobre o etanol anidro é Minas Gerais (14%), segundo o Sindicom.

André Braz, pesquisador da FGV/IBRE, diz que, além da carga de impostos e frete, o preço da gasolina varia também de acordo com as safras. “Os aumentos não são lineares no Brasil todo. As diferenças surgem em função do preço do álcool colocado em cada cidade por causa da safra”, diz.

Ele afirma que em estados localizados em regiões com safra de cana de açúcar, por exemplo, como São Paulo e Bahia, o etanol fica mais barato, pois não há gasto com frete. “Por outro lado, quando há entressafra na cana ou se decide exportar mais açúcar, o álcool sobe e consequentemente a gasolina. A cana joga volatilidade ao preço da gasolina”, explica.

Outro fator que pesa é a liberdade dos postos de prática de preços. “Os postos podem ter giro muito grande de vendas, que ajuda a negociar preços melhores com as distribuidoras e conseguem repassá-los para o consumidor. Assim, vendem mais por colocarem o preço para baixo”, diz.

Preço da gasolina passa de R$ 4 em algumas cidades do Sul de Minas (Foto: Reprodução EPTV)Preço da gasolina varia de estado para estado por uma série de fatores (Foto: Reprodução EPTV)

Veja a variação de preços no mês de outubro nas 27 unidades da Federação:
Acre
02/10/2016-08/10/2016: R$ 4,141
09/10/2016-15/10/2016: R$ 4,134
16/10/2016-22/10/2016: R$ 4,122
23/10/2016-29/10/2016: R$ 4,117

Alagoas
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,793
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,797
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,788
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,804

Amapá
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,667
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,668
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,698
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,713

Amazonas
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,796
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,798
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,630
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,575

Bahia
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,722
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,790
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,817
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,807

Ceará
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,881
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,860
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,830
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,834

Distrito Federal
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,490
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,357
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,558
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,465

Espírito Santo
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,712
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,710
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,693
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,667

Goiás
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,791
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,835
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,829
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,863

Maranhão
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,557
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,574
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,564
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,543

Mato Grosso
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,697
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,712
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,708
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,719

Mato Grosso do Sul
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,455
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,470
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,499
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,488

Minas Gerais
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,688
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,705
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,733
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,732

Pará
02/10/2016-08/10/2016: R$ 4,002
09/10/2016-15/10/2016: R$ 4,004
16/10/2016-22/10/2016: R$ 4,004
23/10/2016-29/10/2016: R$ 4,004

Paraíba
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,648
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,641
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,638
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,633

Paraná
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,653
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,653
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,654
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,666

Pernambuco
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,596
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,611
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,614
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,688

Piauí
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,569
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,589
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,573
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,579

Rio de Janeiro
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,913
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,865
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,950
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,918

Rio Grande do Norte
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,870
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,827
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,859
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,850

Rio Grande do Sul
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,834
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,840
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,842
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,836

Rondônia
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,836
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,831
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,844
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,855

Roraima
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,863
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,858
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,850
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,854

Santa Catarina
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,527
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,525
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,522
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,522

São Paulo
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,448
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,458
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,472
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,480

Sergipe
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,650
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,648
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,647
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,648

Tocantins
02/10/2016-08/10/2016: R$ 3,846
09/10/2016-15/10/2016: R$ 3,842
16/10/2016-22/10/2016: R$ 3,841
23/10/2016-29/10/2016: R$ 3,819

Incêndio devastou 51 mil hectares na Chapada em 3 meses, diz secretário Informação foi divulgada nesta quarta pelo secretário de Meio Ambiente. Novo balanço de área atingida deve ser realizado após fogo ser contido.

Share Button
Equipes tentam combater chamas na região do Mucugezinho (Foto: Edmar de Lima de Carvalho/ICMBio)Incêndio na Chapada Diamantina devastou 51 mil hectares (Foto: Edmar de Lima de Carvalho/ICMBio)

Cinquenta e um mil hectares de vegetação foram devastados nos três últimos meses pelo fogo na região da Chapada Diamantatina, na Bahia. O número equivale a aproximadamente 3.500 estádios do Maracanã. Do total, 15 mil hectares atingidos pelas chamas ficam dentro do Parque Nacional, que é uma área de preservação ambiental que abrange seis municípios.

O dado foi divulgado ao G1 nesta quarta-feira (16) pelo secretário estadual de meio ambiente, Eugênio Spengler, e corresponde ao período entre 11 de setembro e 4 de dezembro. “Além do Parque, o restante da área atingida está distribuído em várias regiões como Rio de Contas, Andarai, Ibicoara, Barra da Estiva, Morro do Chapéu”, disse.

Combate ao fogo na Chapada Diamantina, na Bahia, na sexta-feira (27) (Foto: Maj BM Vianey/Corpo de Bombeiros Militar)Combate ao fogo na Chapada Diamantina, na BA.
(Foto: Maj BM Vianey/Corpo de Bombeiros Militar)

De acordo com Spengler, um novo levantamento por georreferenciamento sobre a área atingida e os prejuízos causados à fauna e à flora local só deve ser realizado quando o incêndio for totalmente debelado. A destruição de orquídeas, a morte de animais e impacto sobre nascentes são apontados como as principais consequências do incêndio.

“Assim que desafogarmos o combate, complementaremos a informação a respeito da área queimada e da estimativa de prejuízos econômicos. Vamos tentar identificar culturas que podem ter sido atingidas e tentar mensurar, com maior detalhamento possível, impacto sobre fauna, flora e número de nascentes de rio atingidos.”, destacou.

Apesar da proximidade das festas de fim do ano, como o réveillon, a farta rede de hospedaria da Chapada, destino de turismo de aventura mundialmente conhecido, sente a redução do número de visitantes devido aos incêndios. Proprietários dos principais hotéis e pousadas da região afirmam que tiveram baixa de até 50% nas reservas, em comparação com o ano passado.

O secretário informou que o trabalho de combate ao fogo conta com mais de 150 militares da Bahia e do Distrito Federal. “Temos média de 150 militares e de 50 brigadistas voluntários que se somam ao esforço de combate. São mais de 35 dias combatendo. Agora, o combate está em Lençóis, Palmeiras e na região do Morro Branco. Há focos em Ibicoara, Andaraí, na região das Paridas e dentro da APA Iraquara. Essa região [APA Iraquara] tem bastante patrimônio histórico, como pinturas rupestres. É um sitio arqueológico e, além disso, são regiões de difícil acesso”, destacou o secretário.

Trilha da Fumaça reabre
Após intenso combate de brigadistas voluntários, o fogo foi controlado na trilha da Cachoeira da Fumaça, e o principal ponto de visitação turística no Vale do Capão, que pertence à cidade de Palmeiras, foi reaberto. Agora o fogo se concentra na Serra do Veneno, que fica perto da cachoeira do Palmital e da Capivara, na região da cidade de Lençóis, de acordo com a Associação dos Condutores de Visitantes local (ACV-VC).

De acordo com Pedro Meza, voluntário da ACV-VC, turistas já podem entrar na trilha nesta quarta-feira (16). “Já está tranquilo. Aqui no Capão, o fogo foi totalmente controlado. Não oferece mais nenhum risco à comunidade e às casas”, disse . O fogo queimou parte significativa da vegetação da trilha, contou. “A trilha foi bem prejudicada. Praticamente aqui na serra, no terceiro mirante até a cachoeira, na parte da esquerda da trilha, foi totalmente queimada”. Cerca de 70 voluntários atuaram no combate às chamas, que chegaram a ameaçar a comunidade.

Carreta capota e motorista morre após ficar preso às ferragens na Bahia Acidente ocorreu entre municípios de Baixa Grande e Mundo Novo, na BA. Informação foi divulgada pelo Corpo de Bombeiros de Itaberaba.

Share Button
Acidente em Mundo Novo, na Bahia (Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)Motorista de carreta ficou preso às ferragens e morreu  (Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)

Um motorista morreu após o carreta que dirigia capotar em um trecho da BA-052, entre os municípios de Baixa Grande e Mundo Novo, a cerca de 290 quilômetros de Salvador, na madrugada desta segunda-feira (31). O veículo ficou destruído.

Acidente em Mundo Novo, na Bahia (Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)Carreta estava carregada com tomates e pimentões
(Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros de Itaberaba, que atendeu a ocorrência, o acidente ocorreu por volta das 4h. O condutor, que estava sozinho no veículo, ficou preso às ferragens e morreu ainda no local. A carreta transportava uma carga de tomates e pimentões.

Ainda não há informações sobre as circunstâncias do capotamento. A vítima foi identificada como José Airton da Silva Santos, que é natural da cidade de Itabaiana, em Sergipe. A idade do motorista não foi informada.

O corpo da vítima, retirado das ferragens pelo Corpo de Bombeiros ao amanhecer, foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itaberaba. A carreta foi retirada do local com a ajuda de um trator.

Bandidos arrombam posto de saúde por três dias seguidos em Salvador Criminosos levaram computadores, remédios, aparelhos e até relógio de ponto

Share Button
Posto de saúde solicitou o reforço da segurança na regiãoBahia, Salvador, Pernambués

Um posto de saúde no bairro de Pernambués, na capital baiana, foi arrombado três vezes em uma semana. Pacientes e funcionários reclamam da falta de segurança na unidade de saúde.

O local já foi arrombado por três dias consecutivos durante a madrugada. Os  funcionários estão de braços cruzados e a população sem atendimento, porque o material necessário foi levado pelos bandidos.

A lista do que foi roubado esta semana impressiona: quatro computadores, um botijão de gás, algumas mochilas utilizadas pelos agentes de endemias, itens do fardamento, remédios, aparelhos de aferir pressão arterial, aparelhos de ar condicionado e até o relógio de ponto, levado pela segunda vez.

Segundo a secretaria municipal da saúde, a administração da unidade registrou a ocorrência na delegacia de Tancredo Neves e solicitou o reforço da segurança na região. Durante o horário de expediente, a unidade conta com ronda de três policiais militares.

Gás de cozinha ficará mais caro a partir desta terça-feira (1º) Apesar de ser o segundo reajuste desde setembro, consumidores ainda deverão ser surpreendidos com mais dois aumentos até dezembro.

Share Button

19ce51f7-5dd9-4158-821a-95bc1e520b13Após o reajuste de 15 % no valor do botijão de gás, tradicionalmente conhecido como gás de cozinha, repassado ao consumidor desde 1º de setembro em virtude dos ajustes operacionais e dos dissídios coletivos que ocorrem anualmente no referido mês, uma nova correção de preço pesará ainda mais no bolso do cliente.

A partir desta terça-feira (1º), incidirão ao valor atual do botijão mais 5%, conforme anunciado pela Petrobras, responsável pelo acréscimo, sob a justificativa de necessidade de amenizar impactos operacionais e logísticos, conforme esclarecimento enviado aos revendedores.

Não obstante o significativo acréscimo que totalizará 20%, novos aumentos devem acontecer até dezembro de 2016, segundo informou ao portal o empresário Tony Almeida, sócio em empresa no ramo de distribuidora de gás há 55 anos no mercado itabaianense.

Segundo ele, que em entrevista anterior já havia alertado para um reajuste final de cerca de 30 a 35%, “um ou dois dois ajustes de preço deverão acontecer ainda até dezembro em um percentual de cerca de 10%”.

Destacando os artifícios utilizados para evitar a insatisfação dos clientes, Tony, que no primeiro momento de reajuste apostou em promoção de venda de vale gás com validade de 1 ano, optou por minimizar o impacto na renda do trabalhador através da suspensão da bonificação e manutenção do valor de R$ 68 no botijão de 13kg.

VÍDEO MANDADO PARA O POÇÕES24HS MOSTRA A HORA DO ACIDENTE NO PARANA

Share Button