Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Daily Archives: 19/11/2016

Obra embargada que gerou saída de ministro tem unidade de até R$ 4,5 mi Prédio de luxo tem vista privilegiada para o mar em área nobre de Salvador. Iphan aponta que 30 andares geram impacto em bens tombados na região.

Share Button
Obras do La Vue na Ladeira da Barra, em Salvador, estão suspensas (Foto: Reprodução/TV Bahia)Obras do La Vue na Ladeira da Barra, em Salvador, estão suspensas (Foto: Reprodução/TV Bahia)

As obras do empreendimento de alto luxo La Vue, localizada na Ladeira da Barra, área nobre de Salvador, estão suspensas desde sexta-feira (18), após determinação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Segundo informações da assessoria da empresa Porto Ladeira da Barra Empreendimentos, responsável pela construção, “as obras estão temporariamente suspensas até decisão judicial de retomada”.

O impedimento da construção foi apontado pelo ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, como o principal motivo para sua saída da Esplanada dos Ministérios. Segundo ele, porque sofreu pressão do titular da Secretaria de Governo, o baiano Geddel Vieira Lima para que o empreendimento imobiliário fosse autorizado pelo Iphan.

La Vue (Foto: Reprodução)Projeção divulgada do La Vue na Ladeira da Barra
(Foto: Reprodução)

Com vista privilegiada para a Baía de Todos-os-Santos, o La Vue começou a ser construído em outubro de 2015, e desde então, já estava na mira do Instituto dos Arquitetos na Bahia, que tenta impedir a construção.

O edifício tem o metro quadrado em torno de R$ 10 mil. A construção abrange apartamentos, um por andar, com quatro suítes de 259m² e uma cobertura chamada “Top House” de 450 m². Os valores totais para venda variam de aproximadamente R$ 2,6 milhões a R$ 4,5 milhões.

O empreendimento oferece piscina com raia e deck molhado, espaço gourmet, fitness, spa, sauna massagem, sala de jogos, brinquedoteca, quadra e parque infantil.

Por meio de comunicado, a empresa construtora ressaltou que atende a determinação do Iphan em esfera nacional, embora possua Alvará de Licença para Construção e a Licença Ambiental expedidos pela Prefeitura de Salvador, assim como as autorizações para a construção emitidas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN Bahia) e Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC).

Por meio de nota, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) esclareceu que “após garantir o direito de ampla defesa e contraditório e com respaldo na legislação vigente e em suas normas técnicas”, decidiu na quarta-feira (16) pelo embargo imediato da execução do empreendimento. O Iphan autorizou a construção de, no máximo, 13 andares.

De acordo com o Instituto, p prédio conta com 97,88 metros de altura e um total de 31 pavimentos, sendo 23 pavimentos de apartamentos, dois pavimentos para o apartamento de cobertura, dois pavimentos sociais, três pavimentos de garagem e um pavimento em subsolo.

Igreja de Santo Antônio, na Ladeira da Barra. (Foto: Reprodução/TV Bahia)Ao fundo, a Igreja de Santo Antônio, na Ladeira da
Barra (Foto: Reprodução/TV Bahia)

O Iphan justificou a sua decisão apontando o impacto do La Vue nos bens tombados da vizinhança do imóvel: o forte e farol de Santo Antônio, o forte de Santa Maria, o conjunto arquitetônico, paisagístico e urbanístico do Outeiro de Santo Antônio (que inclui o forte de São Diogo), além da própria Igreja de Santo Antônio, na Ladeira da Barra.

O órgão informou que diante da decisão, cabe ao empreendedor, se desejar, apresentar nova proposta de edificação que respeite visibilidade e ambiência dos bens protegidos.

A construção do prédio residencial já tinha motivado uma ação civil pública que pedia a suspensão das obras. De autoria do Instituto dos Arquitetos do Brasil – Departamento Bahia (IAB-BA), a ação apontou a falta de adequado estudo prévio de impacto de vizinhança para a obra, que tem vista para patrimônios tombados e com monumentos históricos.

Declarações

Marcelo Calero comentou com jornalistas sobre sua saída do Minc (Foto: Nicolás Satriano/ G1)Marcelo Calero comentou com jornalistas sobre
sua saída do Minc (Foto: Nicolás Satriano/ G1)

O ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, reiterou neste sábado (19) que o principal motivo para sua saída da Esplanada dos Ministérios foi a pressão que sofreu do titular da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima.

Marcelo Calero, que falou a artistas em evento organizado pela Associação de Produtores de Teatro, em Botafogo, reafirmou que Lima o procurou mais de uma vez para que o empreendimento imobiliário fosse autorizado pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Calero pediu demissão do Ministério da Cultura na sexta-feira (18) e será substituído pelo deputado Roberto Freire (PPS-SP).

Ao G1, Geddel negou as acusações e disse não saber o motivo das agressões.

Calero disse, ainda, que interesses pessoais não podem ultrapassar a questão de uma construção de um prédio em uma área histórica de Salvador. Ele considerou a postura de Geddel Vieira Lima como “descolada da realidade”.

Em entrevista à Rede Bahia, Geddel Vieira Lima admitiu que é proprietário de um imóvel no empreendimento embargado pelo Iphan, negou que tenha pressionado o ex-colega de ministério a liberar a construção e disse “lamentar” e “repelir” as declarações de Calero.

Na visão do peemedebista, a conversa foi para reforçar a importância de uma obra que garante centenas de empregos.

Vista para a Igreja de Santo Antônio na Ladeira da Barra (Foto: Reprodução/TV Bahia)Vista para a Igreja de Santo Antônio na Ladeira da Barra (Foto: Reprodução/TV Bahia)

POÇOES24HORAS

Share Button

660ff529-a06a-4ba0-a7d6-7dbb3edca16a

Helicóptero da PM cai no Rio de Janeiro Tiroteio entre suspeitos da comunidade Cidade de Deus e policiais começou nesta manhã

Share Button
Helicóptero cai em área de tiroteio no Rio de JaneiroReprodução

Uma aeronave da Polícia Militar caiu na região da comunidade Cidade de Deus, na zona oeste do Rio de Janeiro, por volta das 19h30 deste sábado (19). O helicóptero caiu na av Ayrton Senna, na subida da linha amarela. Bombeiros já estão no local fazendo o socorro das vítimas. O trânsito no entorno esta interditado por questão de segurança. Informações iniciais indicam que quatro pessoas morreram.

Nesta tarde, um tiroteio na região fechou vias na zona oeste do Rio. Segundo relatos de moradores, a Polícia Militar realizava uma operação na comunidade nesta tarde. Por volta das 16h, o Centro de Operações informou que a estrada do Gabinal, em Jacarepaguá, e a linha Amarela – nos dois sentidos – estavam interditadas em razão de uma ocorrência policial. Cerca de 40 minutos depois, a via expressa foi totalmente liberada.

De acordo com o comando da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) Cidade de Deus, um grupo de bandidos bloqueou a avenida Edgard Werneck colocando fogo em lixeiras e pneus na via. Equipes policiais foram para o local e houve resistência dos criminosos. O veículo blindado do Batalhão de Polícia Militar de Bangu (14º BPM) foi para o local e os suspeitos fugiram.

Mais cedo, uma intensa troca de tiros já havia fechado a linha Amarela, via expressa que liga a zona oeste à zona norte do Rio, por cerca de vinte minutos, na altura da Cidade de Deus. Nas redes sociais, os usuários relataram que motoristas entraram em pânico durante o confronto e tentaram voltar na contramão.

GEDDEL CONSTRANGE TEMER E DIZ QUE NÃO PEDE DEMISSÃO

Share Button

Depois de ter admitido que cobrou uma revisão da posição do Iphan, que embargou a obra de um apartamento de R$ 2,4 milhões comprado por ele, o ministro Geddel Vieira Lima agora afirma que não fez pressão e diz que o fato de ter um imóvel no prédio não lhe tira legitimidade para interferir num assunto que não é da sua área; “Em 2015, eu fiz uma promessa de compra e venda de uma unidade que estava lançada, sem nenhum problema, com todas as licenças colocadas e que vários outros adquiriram uma unidade de apartamento. O que não me tira, me dá legitimidade para levar a ele um problema por conhecer o que estava ocorrendo, estar preocupado, como todo cidadão fica preocupado em uma situação dessa”, disse ele; Geddel também deixou claro que não sai do cargo e sugeriu que Michel Temer não tem como demiti-lo; “Eu conheço o presidente há 25 anos. Eu não preciso que ele manifeste confiança para saber até quando ele confia em mim”

Oposição na Câmara vai pedir convocação de Geddel e Calero Ex-ministro da cultura acusou Geddel que ter pressionado para liberação de obra

Share Button
Geddel (esq.) nega que tenha pressionado Calero para liberação de obra de prédio de luxo em SalvadorValter Campanato/Agência Brasil; Reprodução Facebook

A oposição na Câmara dos Deputados vai pedir a convocação do ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, e do ex-ministro da Cultura Marcelo Calero para que expliquem a pressão política que teria sido feita por Geddel para que o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) liberasse a construção de um imóvel em Salvador (BA). A oposição quer uma acareação entre os dois para falar sobre o assunto.

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, edição deste sábado (19), Calero disse que um dos principais motivos que o levaram a pedir demissão do cargo nessa sexta-feira (18), foi pressão feita por Geddel para que o Iphan aprovasse o projeto imobiliário La Vue Ladeira. Segundo o jornal, o empreendimento está previsto para ser construído nos arredores de uma área tombada da capital baiana, base eleitoral de Geddel.

“Vamos chamar os dois na Câmara. Calero, para deixar mais explícito os motivos que levaram a seu pedido de demissão. E Geddel, para que explique a acusação. Eles vão ter de dar explicações ao Poder Legislativo”, afirmou a líder da minoria na Casa, deputada Jandira Feghali (PcdoB-RJ). Segundo ela, a convocação deve ser pedida nas comissões de Cultura ou de Fiscalização e Controle, ambas presididas por deputados  andira disse que pedirá uma acareação entre os dois ministros na comissão. Ela afirmou, ainda, que entrará com pedido de afastamento de Geddel do governo até que a situação seja esclarecida. Para a deputada, a pressão que teria sido feita por Geddel mostra a face “improba” do governo Michel Temer. “A essa altura, a gente não sabe se ele (Calero) pediu demissão ou se foi demitido por ter se recusado a autorizar uma obra por Geddel, um cara importantíssimo no governo”, afirmou.

O líder do PSOL na Câmara, Ivan Valente (SP), também reforçou que vai pedir a convocação de Geddel e disse que poderá representar contra o ministro da Secretaria de Governo na Comissão de Ética da Presidência da República. “O Geddel devia se demitir imediatamente. Isso que aconteceu é a lógica de um governo fisiológico, clientelista e mandonista. Ele tem que responder publicamente e prestar contas ao parlamento”, afirmou.

Chuva mata morador e deixa quase mil desabrigados em Resplendor Corpo de um cadeirante foi localizado nos escombros de uma casa. Cerca de 60% dos moradores do distrito de Nicolândia estão desabrigados

Share Button
Moradores estão desabrigados em distrito de Resplendor (Foto: Lauder Pieper/Arquivo Pessoal)Moradores estão desabrigados em distrito
de Resplendor
(Foto: Lauder Pieper/Arquivo Pessoal)

Quase mil moradores de Nicolândia, distrito da cidade de Resplendor (MG), ficaram desabrigados depois das fortes chuvas que cairam no local neste fim de semana. Cerca de 60% dos moradores da comunidade, de aproximadamente 1600 habitantes, estão desabrigados. Segundo a Defesa Civil, o corpo de um cadeirante foi localizado neste sábado (19) em meio aos escombros de uma casa que foi arrastada pela enxurrada.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para socorrer as famílias desabrigadas, mas, segundo os militares, a queda de uma ponte que dá acesso ao vilarejo está dificultando os resgates. A BR-259, principal via que liga o distrito a Resplendor, ficou parcialmente interditada e tem dificultado a chegada dos bombeiros ao local.

Quedas de barreiras interrompem parcialmente acesso a distrito

Pela manhã, ônibus atolou em estrada vicinal que liga Nicolândia a Resplendor (Foto: Juliely Piske/Arquivo Pessoal)Pela manhã, ônibus atolou em estrada vicinal que liga
Nicolândia a Resplendor
(Foto: Juliely Piske/Arquivo Pessoal)

Desde a última sexta-feira (18), a Defesa Civil de Resplendor está empenhada nas vias que ligam a cidade à Nicolândia. Na estrada vicinal do município, duas barreiras desmoronaram. De acordo com a Prefeitura Municipal, o deslizamento de terra foi provocado pelas intensas chuvas que caem na cidade desde quinta-feira (17).

A estrada possui cerca de 48 km, a maior parte sem asfalto. Segundo a Defesa Civil, o trecho próximo ao distrito de Bom Pastor já foi liberado. O restante do percurso segue impedido pela queda das barreiras, e as chuvas têm dificultado a limpeza da estrada. Além da equipe de oito homens da Defesa Civil e Secretaria Municipal de Obras, voluntários de fazendas vizinhas ajudam nos trabalhos.

Outra estrada, que passa pelos municípios de Pancas e Colatina, ambas cidades do Espírito Santo, também dão acesso ao distrito de Nicolândia. A Defesa Civil não soube estimar a distância pelo percurso alternativo. A estrada vicinal que liga Nicolândia a Resplendor, até o final deste sábado, permanecia parcialmente interditada.

Idosa encontrada em cisterna foi morta a pauladas pelo genro Homem tinha relacionamento amorodo com a vítima e confessou o crime aos policiais

Share Button
Genro confessou matar a mulher a pauladasReprodução/Record Bahia

O caso da idosa de 66 anos, identificada como Adélia Ferreira da Silva, que foi encontrada morta em uma cisterna sofreu uma reviravolta. Ao contrário das informações preliminares, de que ela tinha caído, a mulher foi colocada na cisterna depois de ser assassinada pelo genro.

De acordo com a polícia, Antônio Marcos dos Santos confessou que matou Adélia a pauladas. Segundo o agressor, eles mantinham um relacionamento há dois meses e a vítima ameaçou contar para o marido dela que tinha um caso com o genro.

Depois do crime, ele jogou o corpo da sogra numa cisterna que tem 20 metros de profundidade. Antônio marcos foi preso na Ilha de Itaparica, região metropolitana de Salvador.

Comoção e tristeza: indignação com decisão que liberou pai que estuprou a filha

Share Button

Confie em mim, eu juro que vou te ajudar – disse um policial da 77ªCIPM à vítima de 14 anos.

Foi com essa abordagem que uma guarnição do PETO 77ªCIPM descobriu que um pai havia estuprado sua própria filha.

No inicio da manhã desta sexta-feira (18), mais uma vítima fugia de um crime de tamanha violência que é o estupro. Após três dias sendo violentada pelo próprio pai, uma adolescente de 14 anos saiu de casa com uma mochila velha, poucas peças de roupas dentro de uma caixa de sapato e R$ 30. Ela pega um táxi para poder se afastar o mais rápido possível do ambiente que lhe devia ser o mais seguro: seu lar.

Uma guarnição do Pelotão de Emprego Tático Operacional da 77ªCIPM realizava rondas por volta de 6h da manhã no Anel Viário de Vitória da Conquista quando se deparou com um taxi com uma adolescente no interior do veiculo e suspeitou. Quando o taxista e a menina foram abordados, ela demonstrando retração e repulsa, não explicou por um longo tempo pra onde estava indo e o por que. O taxista informou que a menina pediu para ir para um local longe da cidade, e que estava com receio de leva-la ,pois ela não estava acompanhada de nenhum adulto.

Com todo cuidado e sensibilidade, o policial conversou com a adolescente: – Confie em mim, eu juro que vou te ajudar. Daqui em diante sua vida vai mudar.
A garota respondeu que seu pai teria feito a pior coisa que um pai pode fazer com a filha.

Os militares logo entenderam a situação. Uma policial militar da 77ª CIPM foi até o local e, de maneira acolhedora, coletou o depoimento impregnado de medo e dor da vítima.

Nele, a adolescente detalhou que o pai tentou lhe violentar no dia 08/11, mas não conseguiu. Uma semana depois, já no dia 15, ele conseguiu cometer o abuso, que se repetiu mais vezes nos próximos dois dias.

Rapidamente a guarnição se deslocou até a residência, situada no bairro Vila Marina, nas proximidades Av. Juracy Magalhães, onde encontraram o acusado, que tem 49 anos, e foi preso em Flagrante. Ele confessou o crime e ficou impressionado por ter sido denunciado.

A adolescente foi socorrida e levada para o Hospital Esaú Matos onde realizou exames, tomou o coquetel antirretroviral, para prevenir doenças sexualmente transmissíveis, e ainda pílulas do dia seguinte, que, devido o tempo do abuso, podem não surtir mais efeito. Ela seguiu internada para receber cuidados médicos.

Mesmo sendo flagranteado na delegacia, o autor foi liberado numa audiência de custódia seis horas depois de ter sido detido. A alegação é de que ele responderia em liberdade para evitar possíveis problemas que o autor encontraria na prisão por conta da intolerância com que estupradores são recebidos na cadeia.

Se por um lado o Brasil é um país onde 50 mil pessoas são estupradas por ano, onde uma mulher é estuprada a cada 11 minutos (dados que são registrados em delegacias, mas a estimativa é que apenas 10% dos casos seja denunciado, o que leva a um numero de mais de meio milhão de estupros por ano), que cerca de 70% das vítimas são crianças e adolescentes, que em geral, 70% dos estupros são cometidos por parentes, namorados ou conhecidos da vítima, o que indica que o principal inimigo está dentro de casa.

Por outro lado não é difícil acreditar que 90% das mulheres tem medo de ser vítima de agressão sexual, já que apenas 1% dos autores de estupros é efetivamente condenado.
Para que a promessa (“daqui em diante sua vida vai mudar”) que o policial militar da 77ªCIPM fez para a vítima seja efetivamente cumprida, a parte que compete a PMBA foi feita e esperamos que essa garota, e mais ninguém tenha que passar por uma situação de tal barbaridade.

A comoção e a tristeza tomam conta dos policiais da 77ªCIPM que num primeiro momento salvaguardaram a integridade da vítima, para em seguida verem que nada mais podem fazer já que o autor dessa violência foi posto em liberdade e teve, inicialmente, apenas a “punição” de comparecer uma vez por mês ao fórum e não encostar mais na filha.
Se você, leitor ou leitora estiver passando por uma situação semelhante, ou conhece alguém que esteja nessa situação, denuncie. Vamos juntos mudar essa realidade.

Menina de 14 anos foge de casa após ser violentada pelo pai na Bahia Pai confessou o crime e ficou impressionado por ter sido denunciado pela menina

Share Button
Crime ocorreu em Vitória da ConquistaDivulgação/ Facebook

Na sexta-feira (18), uma menina e 14 anos fugiu de casa após passar três dias sendo violentada pelo próprio pai. Segundo a 77ªCIPM (Companhia Independente de Polícia Militar), a jovem saiu de casa com uma mochila velha e poucas peças de roupas dentro de uma caixa de sapato e R$ 30. Uma guarnição da companhia, localizada em Vitoria da Conquista, realizava rondas por volta de 6h da manhã no Anel Viário quando se deparou com um taxi com a adolescente no interior do veiculo e suspeitou.

De acordo com a polícia, quando o taxista e a menina foram abordados, ela teria demonstrado retração e repulsa, e não explicou por um longo tempo para onde estava indo e o por quê. O taxista informou que a menina pediu para ir para um local longe da cidade, e que estava com receio de leva-la, pois ela não estava acompanhada de nenhum adulto.

O policial conversou com a adolescente, e ela contou que o pai tinha abusado dela, logo uma policial militar da 77ª CIPM foi até o local e coletou o depoimento da vítima. Nele, a adolescente detalhou que o pai tentou violenta-la no dia 8/11, mas não conseguiu. Uma semana depois, nesta segunda-feira (15), ele conseguiu cometer o abuso, que se repetiu mais vezes nos próximos dois dias.

Uma guarnição se deslocou até a residência, situada no bairro Vila Marina, nas proximidades da avenida Juracy Magalhães, onde encontraram o acusado, que tem 49 anos, e foi preso em Flagrante. Ele confessou o crime e ficou impressionado por ter sido denunciado.

A adolescente foi socorrida e levada para o Hospital Esaú Matos onde realizou exames, tomou o coquetel antirretroviral, para prevenir doenças sexualmente transmissíveis, e ainda pílulas do dia seguinte, que, devido o tempo do abuso, podem não surtir mais efeito. Ela seguiu internada para receber cuidados médicos.

Mesmo sendo flagranteado na delegacia, o autor foi liberado numa audiência de custódia seis horas depois de ter sido detido. A alegação é de que ele responderia em liberdade para evitar possíveis problemas que o autor encontraria na prisão por conta da intolerância com que estupradores são recebidos na cadeia.

Bahia: Médicos são acusados de retirar rim errado de criança de 7 anos

Share Button

Por rim-errado

Familiares de uma criança de sete anos moradora de Luís Eduardo Magalhães acusam médicos de terem retirado o rim errado da menina. Em junho de 2015 a família descobriu que a garota estava com cálculo renal e em outubro deste ano ela foi operada no Hospital do Oeste, em Barreiras. A ‘pedra no rim’ era no órgão do lado esquerdo, mas os médicos fizeram a operação do lado direito.

A família acusa os médicos de terem retirado o rim da menina sem a autorização dos responsáveis legais pela menor, e ainda por não terem mostrado o órgão retirado e o laudo médico. Segundo os familiares, a única justificativa que foi dada a eles pelos profissionais de saúde, foi que o rim direito foi retirado porque no momento da cirurgia houve sangramento.

De acordo com a família após a operação Clara piorou, tendo que ser transferida para o Hospital Estadual da Criança, em Feira de Santana. Segundo o G1, sem respostas a família procurou o Conselho Tutelar de Luís Eduardo Magalhães, que encaminhou o fato ao Ministério Público.