Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Daily Archives: 26/12/2016

Ruas de Valença ficam lotadas em despedida a PM morto em serviço Rogério Souza, de 32 anos, fazia levantamento para setor de inteligência. Sepultamento ocorreu no final da tarde desta segunda-feira (26).

Share Button

Ruas no Centro de Valença, próxima ao colégio João Leonardo da Silva, ficaram lotadas (Foto: Madalena Barreto / Arquivo Pessoal)As ruas do município de Valença, no baixo sul da Bahia, ficaram lotadas no final da tarde desta segunda-feira (26). Sob forte comoção, centenas de pessoas acompanharam o cortejo fúnebre que que marcou a despedida de Rogério Souza da Silva, de 32 anos, soldado da PM morto após ser reconhecido por bandidos enquanto levantava informações de uma denúncia para o serviço de inteligência da 33ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Valença).

O corpo do PM foi velado na Câmara Municipal de Vereadores, que fica na região do Terminal Hidroviário da cidade. Às margens do Rio Una, os moradores se espremiam para o último adeus ao policial que deixou esposa e um filho de sete anos.

Da Câmara de Vereadores, o corpo seguiu em cortejo fúnebre até o cemitério municipal Alto do Campinho. Durante o trajeto, de quase dois quilômetros, o caixão foi carregado por colegas de trabalho. Durante o enterro, a emoção tomou conta de amigos e familiares                                                                                                                                               Ruas no Centro de Valença ficaram lotadas (Foto: Madalena Barreto / Arquivo Pessoal)

Rogério Souza da Silva, de 32 anos, não resistiu aos ferimentos (Foto: Reprodução / Facebook)Rogério Souza da Silva, de 32 anos, não
resistiu aos ferimentos (Foto: Reprodução / Facebook)

Caso
O soldado da 33ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) foi morto a tiros por criminosos que o reconheceram como PM quando ele e outro soldado estavam no bairro do Tento, na cidade de Valença.

De acordo com a polícia, o crime ocorreu por volta das 23h de domingo (25), quando os policiais estavam no local em serviço, mas sem farda, fazendo levantamento de informações de uma denúncia para o serviço de inteligência da unidade.

Durante o trabalho, eles foram reconhecidos pelos bandidos e atacados a tiros. Ainda conforme a PM, os dois soldados estavam em uma motocicleta.

O policial, que não resistiu aos ferimentos, é Rogério Souza da Silva, de 32 anos. O PM João Feitosa Plínio Júnior, atingido por dois disparos, foi socorrido para o hospital e já teve alta. Após a morte do PM, cinco pessoas foram mortas em confronto com policiais militares na região.

Por meio de comunicado oficial, o Comando emitiu nota de pesar, lamentando o falecimento do soldado. Rogério integrava o quadro funcional da corporação há sete anos. Em 2016, segundo dados da Polícia Militar da Bahia, foram 23 policiais mortos no estado, sendo que três deles estavam em serviço.

Adolescente morre e outro fica ferido em acidente de moto na rodovia Bom Jesus/Poções

Share Button


[FONTE BOM JESUS NOTICIAS]                                                                                                                                  Um grave acidente deixou um jovem morto e outro ferido na BA-640, entre Poções e Bom Jesus da Serra. De acordo com informações passadas ao Blog do Jeferson Almeida, o jovem identificado como “Genivaldo”, 17 anos, perdeu o controle de sua motocicleta na rodovia durante a madrugada deste domingo (25). Ele foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito na manhã de hoje (segunda-feira), na UPA 24hs do município de Poções. Já o seu carona, de nome ainda não revelado, também ficou ferido e segue internado.

Vaquejada é reconhecida como patrimônio cultural no Nordeste

Share Button

Após conquistar apoio entre a maioria dos Conselhos Regionais de Medicina Veterinária (CRMVs), em 20 estados, a Vaquejada avança no reconhecimento da prática como um legado cultural, especialmente no Nordeste, onde gera o sustento de várias famílias.

O estado de Alagoas acaba de reconhecer a vaquejada, rodeio e laço como patrimônio cultural do estado. A Lei nº 7.851 foi sancionada no dia 22 deste mês pelo governador Renan Filho. Segundo a Lei, as atividades são reconhecidas como expressões artístico-culturais pertencentes ao patrimônio cultural do estado de natureza imaterial.

A legislação estadual está em sintonia com a Lei Federal 13.364/2016, sancionada pelo presidente Michel Temer (PMDB), em 30 de novembro deste ano, elevando a atividade bem como o rodeio, à condição de patrimônio cultural imaterial e como manifestação da cultura nacional.

A Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM) e a Associação Brasileira de Vaquejada (ABVAQ) comemoram mais essa iniciativa estadual que eleva a vaquejada ao patamar que essa atividade já ocupa, na prática, em todo o Nordeste. Entendem que ações dessa natureza, amparadas por lei, só reforçam a necessidade de assegurar a preservação dessa manifestação secular no berço de sua origem.

Na esfera federal, as duas entidades ainda travam uma batalha para garantir, de uma vez por todas, a constitucionalidade da prática. Movidas por esse propósito, a ABQM e ABVAQ se preparam para retomar, em 2017, a luta pela aprovação da PEC 50/2016, da PEC 270/16 e do PLS 377/2016, que regulamentam a vaquejada e as demais modalidades esportivas equestres e estão em tramitação no Congresso.

Com a aprovação, os defensores da Vaquejada esperam encerrar um capítulo de ruídos e mal-entendidos gerados pela decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que julgou inconstitucional uma lei do Ceará que pretendia regulamentar a vaquejada, em outubro deste ano. Na sequência, os efeitos dessa decisão vêm gerando distorções nas informações que circulam sobre o assunto entre estudiosos do tema, entre profissionais da imprensa e até entre juristas.

De acordo com o advogado Henrique Carvalho, defensor da Vaquejada, a decisão do STF gerou interpretações equivocadas, usadas especialmente pelos opositores da causa. “A Vaquejada não está proibida em todo o país e isso já foi esclarecido pelo próprio STF”, reforça.

Outros reforços à lei sancionada em Alagoas estão a caminho, por meio de projetos que já tramitam em outros estados do Nordeste, como Paraíba, Pernambuco e Piauí. Em novembro deste ano, o Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, defendeu que a vaquejada faz parte do patrimônio cultural brasileiro e como tal deve ser defendida.

PRÊMIO DA MEGA DA VIRADA AUMENTA PARA R$ 225 MILHÕES A partir desta segunda-feira (26) todas as apostas registradas para a Mega vão concorrer ao prêmio especial da Mega da Virada

Share Button

Neste sábado (31), será sorteado o concurso mais esperado do ano, a Mega da Virada. E a previsão de prêmio, que era de R$ 200 milhões, aumentou para R$ 225 milhões. O sorteio será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), em estúdio de TV em São Paulo (SP), com transmissão ao vivo pela Rede Globo.

Apenas investindo na Poupança da CAIXA, a fortuna renderia ao ganhador o equivalente a outro prêmio de loteria por mês, cerca de R$ 1,4 milhão. Caso o sortudo prefira investir em bens, a bolada é suficiente para comprar 37 imóveis no valor de R$ 6 milhões, ou uma frota de mais de 50 helicópteros.

As apostas na Mega da Virada podem ser feitas até as 14h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer casa lotérica do Brasil. A aposta simples custa apenas R$ 3,50 e pode ser feita nos volantes especiais da Mega da Virada ou nos volantes comuns da Mega-Sena. Titulares de conta corrente pessoa física na CAIXA podem fazer suas apostas na Mega da Virada pelo computador, tablet ou smartphone utilizando o Internet Banking CAIXA.

Bolão CAIXA:
Para ter mais chances de ganhar na Mega da Virada, basta formar um grupo, escolher os números da aposta, marcar a quantidade de cotas e registrar em qualquer uma das casas lotéricas do país. Ao ser registrada no sistema, a aposta gera um recibo de cota para cada participante que, em caso de premiação, poderá resgatar a sua parte do prêmio individualmente.

Os bolões para a Mega-Sena têm preço mínimo de R$ 10, e cada cota deve ser de, pelo menos, R$ 4, sendo possível realizar um bolão de, no mínimo, duas e no máximo 100 cotas. Na Mega da Virada, caso dez pessoas organizem um bolão com um jogo de 10 números, cada cota sairá por R$ 73,50 e cada apostador do grupo receberá R$ 22,5 milhões, caso a aposta seja a única contemplada. A probabilidade de acerto da aposta simples de seis números é de uma em 50 milhões. Já no caso da aposta de 10 números, aumenta para uma em 238 mil.

O apostador também pode adquirir cotas de bolões organizados pelas casas lotéricas. Basta solicitar ao atendente a quantidade de cotas que deseja e guardar o recibo para conferir a aposta no dia do sorteio. Nesse caso, poderá pagar uma tarifa de serviço adicional de até 35% do valor da cota.

Como proteger seu prêmio:
O recibo de aposta é um título ao portador, mas o apostador pode torná-lo pessoal e intransferível, e a assim garantir que só ele possa receber um eventual prêmio. Basta completar as informações no verso do bilhete, que são: nome completo, CPF, assinatura e endereço.

O prêmio de qualquer uma das Loterias Federais prescreve 90 dias a contar da data do sorteio. Depois desse prazo o ganhador não pode mais resgatar e o valor é repassado ao Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Por isso, é importante que o apostador confira o resultado e, caso seja ganhador, vá buscar seu prêmio o quanto antes.

26/12/2016
Assessoria de Imprensa da CAIXA

Rodovias baianas registram 25 acidentes com cinco mortes e seis hospitalizados no feriado de Natal Militares do BPRv abordaram 3.364 veículos durante o período natalino

Share Button
Divulgação

No feriado de Natal foram registrados 25 acidentes nas  rodovias baianas entre os dias 23, 24 e 25 de dezembro deste ano. O número mostra redução comparando os períodos de 2016 com o do ano anterior, quando foram computados 27 acidentes. Estes casos resultaram em 16 vítimas, sendo cinco fatais (mesmo número do ano passado) e outras seis encaminhadas para unidades hospitalares.

Os militares fizeram revistas em 2.488 veículos quatro rodas, em 783 de duas rodas, em 93 transportes coletivos, além de abordar 5.779 pessoas. Foram promovidas 378 autuações por diversos delitos de trânsito e apreenderam dez exemplares de CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

O  comandante do BPRv (Batalhão de Polícia Rodoviária), tenente-coronel Nílton Paixão, afirmou  que a polícia trabalha com o objetivo de conscientizar a população da necessidade de obedecer as leis de trânsito.

— Continuaremos com as ações educativas e repressivas nas rodovias baianas, ampliadas durante o verão, e pedimos que os motoristas sejam prudentes.

Três são procurados e 5 suspeitos morrem após ataque que matou PM Policial foi morto e outro baleado em ataque de quadrilha em Valença. Cinco resistiram à prisão e morreram em confronto, de acordo com SSP.

Share Button
Rogério Souza da Silva, de 32 anos, não resistiu aos ferimentos (Foto: Reprodução / Facebook)Policial Rogério Souza da Silva morreu em ataque
de quadrilha (Foto: Reprodução / Facebook)

A polícia procura por três suspeitos de participar da quadrilha de tráfico de drogas que atirou contra dois policiais militares, deixando um deles morto e outro baleado, na noite de domingo (25), na cidade de Valença, Baixo Sul da Bahia.

Cinco suspeitos de participação no atentado também morreram em confronto com policiais militares, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

O policial que não resistiu aos ferimentos foi Rogério Souza da Silva, de 32 anos, lotado na 33ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM). O PM João Feitosa Plínio Júnior, atingido por dois disparos, foi socorrido para o hospital de Santo Antônio de Jesus e terá alta médica nesta segunda-feira (26).

A quadrilha que comandou o atentado atua no bairro do Tento, em Valença. Dois homens procurados foram identificados como Luciano e Cláudio de Iara. A dupla teria liderado o ataque. Outro envolvido que ainda é procurado é apelidado apenas de “Danico”.

De acordo com a SSP, os suspeitos Adriano Bispo da Conceição e Rafael Ramos do Espírito Santo, também suspeitos de participar do ataque contra os PMs, foram descobertos por policiais no bairro do Tento, quando resistiram à prisão e morreram em confronto, ainda na noite de domingo.

Outros dois suspeitos de participação na morte, Leandro Santos de Almeida e outra pessoa não identificada, tentaram fugir de barco, mas foram alcançados por policiais no atracadouro de Valença na noite de domingo.

Conforme a Secretaria de Segurança, durante confronto com policiais, os dois suspeitos foram atingidos e não resistiram aos ferimentos. No final da manhã desta segunda-feira, no bairro da Bolívia, um quinto integrante da quadrilha, que não teve o nome divulgado pela SSP, também resistiu à prisão e morreu.

Segundo a SSP, o soldado João Feitosa da Silva Plínio Júnior deve ser ouvido ainda nesta segunda-feira pelo titular da 5ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Valença), José Raimundo Neri Pinto, que investiga o crime. Policiais da 5ª Coorpin, com reforço enviado pelo Departamento de Polícia do Interior, e da 33ª CIPM, continuam em diligências para capturar o trio.

Em 2016, segundo dados da Polícia Militar da Bahia, foram 23 policiais mortos no estado, sendo que três deles estavam em serviço.

DHPP encerra 2016 com quase 800 prisões em Salvador

Share Button

Sem contar os últimos dias de dezembro, 797 pessoas foram tiradas de circulação acusadas de homicídioUma média de três prisões por dia. Este é o resultado da produtividade policial do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa da Polícia Civil (DHPP, este ano, na capital baiana. No total, 797 pessoas foram capturadas, acusadas de homicídio em Salvador, segundo dados oficiais. O número representa um aumento de 9 % em relação a 2015 e se mantém em constante crescimento desde 2011.
“Os números revelam um alto potencial de aproveitamento do trabalho dos nossos policiais este ano. É importante lembrar que, muitas vezes, a prisão de um homicida significa a elucidação de vários crimes contra a vida”, explica o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, lembrando que as ações policiais que culminam na desarticulação de quadrilhas e na apreensão de armas de fogo resultam na preservação de vidas.
O diretor do DHPP, delegado José Alves Bezerra Júnior, destaca algumas prisões como essenciais, não apenas para a elucidação de crimes, mas, principalmente, para a diminuição dos índices em alguns bairros de Salvador. “Este ano conseguimos prender homicidas responsáveis por mais de 20 mortes. Entre eles, estão Joca do Cavalo, que atuava no Bonfim, acumulava oito mandados de prisão e mais de 20 mortes, e Rodrigo Rodrigues da Silva, o Rodrigo Cão, homicida com forte atuação no bairro da Liberdade”, exemplificou.
Líder de quadrilha no bairro do Lobato, Dilson da Paz dos Santos, o Renato Químico, 36 anos, foi um dos principais alvos do DHPP este ano, acusado de participar de aproximadamente 40 homicídios só em Salvador. Assim como ele, Tarcísio Antônio Silva Itaparica, mais conhecido como “Bibiu”, também acusado de 20 assassinatos na região da Massaranduba, morreu em confronto, resistindo à prisão.
Outro dado importante, desta vez apresentando pela Coordenação de Documentação e Estatística da Polícia Civil (Cdep), diz respeito à apreensão de armas de fogo. Enquanto em 2015, 4.693 foram apreendidas até o mês de novembro, em 2016, esse número subiu para 4.816, um aumento de 2,6%. Outro destaque na produtividade policial, a quantidade de mandados de prisão cumpridos cresceu cerca de 23% (2015: 3213 x 2016: 3945).
Somadas às prisões em flagrante, registradas em todo o estado, a polícia baiana prendeu cerca de 22 mil pessoas este ano, acusadas de diversos crimes. Uma média de 60 capturas por dia.

Homicida é preso com drogas em Marechal Rondon

Share Button

O delegado Jamal Amad, coordenador da DH/BTS autuou Marinaldo de Jesus por homicídio e tráfico e agora investiga o motivo do crimeAcusado de matar a tiros o traficante Matheus Bernardes de Jesus, na sexta-feira (23), em Marechal Rondon, Marinaldo Mendes Santana, de 45 anos, foi preso em menos de 12 horas depois do crime, naquele bairro, por equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Cento e vinte e dois pinos de cocaína, 38 pedras de crack, quatro “trouxas” de maconha e a quantia de R$ 230 foram encontrados pela polícia na residência de Marinaldo, na Rua 8 de dezembro, em Marechal Rondon. Tudo foi encaminhado à perícia do Departamento de Polícia Técnica (DPT).
Marinaldo foi autuado por homicídio e tráfico de drogas pelo delegado Jamal Amad, coordenador da 3ª Delegacia de Homicídios (DH/BTS), que investiga a motivação do crime. Ele foi encaminhado ao Presídio Salvador, no Complexo Penitenciário de Mata Escura

Integrante do Baralho do Crime é recambiado para Salvador

Share Button

Alexsandro Sales Santos, o Valete de Paus do Baralho do Crime da SSP, estava escondido em São Paulo, onde foi preso O líder do tráfico de drogas no bairro de Massaranduba, Alexsandro Sales Santos, o Leque, de 23 anos, chegou a Salvador na sexta-feira (23), depois de ser preso em São Paulo capital, para onde fugiu e se escondeu assim que se tornou o Valete de Paus no Baralho do Crime da Secretaria de Segurança Pública (SSP), em agosto desse ano.
Investigado por dezenas de homicídios, Leque foi descoberto por policiais paulistas que identificaram um mandado de prisão preventiva em aberto contra o traficante, solicitado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil da Bahia.
O mandado, expedido pela Justiça, está relacionado às mortes de Jailson de Jesus Cruz, Marcos Paulo de Jesus Santos e Elisângela Ramos dos Santos, ocorridas entre 16 e 22 de outubro de 2015. Leque já foi para o sistema prisional.

Tarifas de pedágio ficam mais caras nas BRs 324 e 116 a partir de terça-feira (27) Autorização de reajuste foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda

Share Button
Formação dos valores leva em consideração a variação do IPCADivulgação

A partir da 0h de terça-feira (27) as tarifas das praças de pedágio administradas pela ViaBahia Concessionária de Rodovias S.A. (BR-324 e BR-116) serão reajustadas, de acordo com a resolução nº 5.250 da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), publicada no Diário Oficial da União desta segunda (26).

A formação dos valores leva em consideração a variação do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) no período. Segundo a ViaBahia, esse reajuste permitirá a realização de novas obras necessárias para a melhoria das rodovias.

Trechos administrados pela ViaBahia:

BR-324 – rodovia Eng° Vasco Filho (Salvador – Feira de Santana) – 113,2 Km: importante interligação estadual, que atravessa a região de alta densidade demográfica. Salvador e Feira de Santana são fortes polos de atração de viagens de veículos de passeio.

BR-116 – rodovia Santos Dumont (Feira de Santana – Divisa BA/MG) – 554,1 km: caracteriza-se pelo intenso tráfego de veículos comerciais, exercendo um papel de eixo de integração norte-sul do país, interligando a região Nordeste às regiões Sul e Sudeste.

Veja a tabela com os novos valores:

Categoria Tipos de Veículos Tarifa (R$)
BR-116 BR-324
1 Automóvel, caminhonete e furgão 4,50 2,50
2 Caminhão leve, ônibus, caminhão-trator e furgão com rodagem dupla 9,00 5,00
3 Caminhão, caminhão-trator, caminhão-trator com semi-reboque e ônibus 13,50 7,50
4 Caminhão com reboque, caminhão-trator com semi-reboque 18,00 10,00
5 Caminhão com reboque, caminhão-trator com semi-reboque 22,50 12,50
6 Caminhão com reboque, caminhão-trator com semi-reboque 27,00 15,00
7 Caminhão com reboque, caminhão-trator com semi-reboque 31,50 17,50
8 Caminhão com reboque, caminhão-trator com semi-reboque 36,00 20,00
9 Caminhão com reboque, caminhão-trator com semi-reboque 40,50 22,50
10 Automóvel com semi-reboque e caminhonete com semi-reboque 6,75 3,75
11 Automóvel com reboque e caminhonete com reboque 9,00 5,00
12 Motocicletas, motonetas e bicicletas moto 2,25 1,25