Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

AÇOUGUES ANGELICA Leia Mais »

ERICA Leia Mais »

fundação Jose silveira Leia Mais »

JORNALISMO LEVADO A SERIO Leia Mais »

JOÃO GUILHERME MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

Leia Mais »

CIDADE JARDIM

Leia Mais »

POÇÕES- CELL Leia Mais »

Dois prefeitos e dois vices eleitos não tomam posse na Bahia Gestores venceram eleição municipal realizada em outubro de 2016. Cerimônias de posse ocorreram no domingo (1º).

Share Button
Prefeitura de Caatiba, na Bahia (Foto: Blog do Anderson)Prefeitura de Caatiba, na Bahia (Foto: Blog do Anderson)

Dois prefeitos e dois vices eleitos em outubro de 2016 não tomaram posse na Bahia no último domingo (1º). Em Caatiba, no sudoeste do estado, a prefeita Tânia Ribeiro (PR) foi impedida de assumir o cargo porque responde a um processo por improbidade administrativa, proveniente da gestão anterior, na qual era vice-prefeita. Quem tomou posse no lugar dela foi o vice eleito Luis Paulo Souza (PSB).

De acordo com a Justiça Federal, Tânia Ribeiro e outras 12 pessoas são suspeitas de envolvimento em um esquema de fraude em licitações e desvios de verba da educação do município. Por conta do processo, ela foi afastada da gestão por seis meses e só poderá tomar posse da administração municipal a partir do dia 18 de fevereiro.

Já no município de Belmonte, no sul da Bahia, o prefeito eleito Jânio Natal (PTN) renunciou o cargo durante a cerimônia de posse, realizada no domingo (1º). No anúncio, o gestor afirmou que não assumirá a prefeitura porque pretende permanecer no cargo de deputado estadual. O irmão de Jânio e vice na chapa, Janival Andrade (PTN), assumiu o cargo no lugar dele.

Em Itabuna, também no sul do estado, o prefeito Fernando Gomes (DEM) tomou posse na Câmara dos Vereadores sozinho, porque o vice, Fernando Vitta (PMDB), está sob tratamento médico e não pôde comparecer à cerimônia.

Na cidade de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, a vice-prefeita eleita, Mirela Macedo (PSD), também não tomou posse porque vai assumir o cargo de deputada estadual. A prefeita Moema Gramacho (PT) assumiu o cargo sozinha. Esta é a terceira vez que a gestora administra o município.