Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

AÇOUGUES ANGELICA Leia Mais »

ERICA Leia Mais »

fundação Jose silveira Leia Mais »

JORNALISMO LEVADO A SERIO Leia Mais »

JOÃO GUILHERME MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

Leia Mais »

CIDADE JARDIM

Leia Mais »

POÇÕES- CELL Leia Mais »

‘Trabalho em pé’, diz prefeito que acusa ex-gestor de lacrar prefeitura Ex-prefeito de Milagres, na BA, diz que é dono do prédio da prefeitura. Ministério Público instaurou inquérito para apurar fechamento da espaço.

Share Button
Prédio onde funcionava a prefeitura foi lacrado pelo ex-prefeito, que alega se dono do imóvel (Foto: Reprodução/TV Subaé)Prédio onde funcionava a prefeitura foi lacrado pelo ex-prefeito, que alega se dono do imóvel (Foto: Reprodução/TV Subaé)

O prefeito da cidade de Milagres, César Machado, informou nesta sexta-feira (6) que está tendo que trabalhar em pé e que, além disso, não conseguiu fazer qualquer despacho por falta de espaço físico que possibilite boas condições de trabalho. Segundo o gestor, a situação ocorre pois, antes da posse, o ex-prefeito Raimundo de Souza Silva trancou o predio onde funcionava prefeitura e as secretarias municipais. Por meio de nota, o ex-gestor da cidade informou que a sede da prefeitura pertence a ele.

Ex-prefeito trancou a sede da administração municipal com tapumes e cadeados (Foto: Reprodução/TV Subaé)Ex-prefeito trancou a sede da administração
municipal com tapumes e cadeados (Foto:
Reprodução/TV Subaé)

Segundo a nota enviada através de sua assessoria jurídica, o ex-prefeito disse que os imóveis onde funcionavam a prefeitura, o Batalhão da Policia Militar e o restaurante popular fazem parte do patrimônio dele e foram cedidos através de contratos de comodato firmados com município, sempre autorizados pelo Legislativo Municipal. Disse ainda que os bens citados nunca foram construídos ou reformados com dinheiro público.

Por conta do impasse, o Ministério Público da Bahia instaurou um inquérito na quinta-feira (5) para apurar o fechamento da prefeitura e verificar se o serviço público na cidade foi prejudicado. Ainda não há detalhes do inquérito e tanto o prefeito quanto o ex-prefeito serão ouvidos pela promotoria.

Prefeito César Machado diz que está trabalhando em pé, por falta de espaço físico (Foto: REprodução/TV Subaé)Prefeito César Machado diz que está trabalhando
em pé, por falta de espaço físico (Foto:
Reprodução/TV Subaé)

César Machado revelou que mesmo empossado desde o dia 1º de janeiro, não consegue trabalhar por causa do problema. Desde então, todas as secretarias de governo precisaram ser transferidas para outros imóveis. “Fomos jogados em uma casa que pertence ao município, e até hoje não despachei porque não tenho lugar para sentar. Trabalho em pé”, disse Machado.

Ainda segundo ele, a Secretaria de Saúde foi instalada em salas que estavam desativadas no hospital da cidade. Na sala de ultrassom, que está sem funcionar porque o aparelho está quebrado, funciona agora a Coordenação de Atenção Básica. O restaurante popular do município, que atende cerca de 100 pessoas por dia, também foi fechado.