Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Jornalismo levado a sério!

Erica

Açougues Angélica

João Guilherme Materiais Para Construção

ESTIVEMOS TAMBEM COM O SECRETARIO DE FINANÇAS MARCELO OS PAGAMENTOS DO FUNCIONÁRIOS QUE ESTÃO EMPENHORADOS VAI SER PAGO

Share Button

Resultado de imagem para jornalismo investigativo

O trabalho do jornalista é procurar a verdade, fomos atrás na educação ficou mais de 2 milhoes para pagar e não tem da onde tirar esse dinheiro gastaram mais que podiam.

Share Button

Resultado de imagem para jornalismo verdadeFomos atras e foi mostrado os documentos, ficou uma divida na educação de mais de 2 milhões de reais nem o fundeb cobre isso só de consignado 1 milhão e pouco,  o que aconteceu na hora de enxugar a folha, encheram e nem se o perfeito quiser não tem da onde tirar esse dinheiro só parcelando procurei saber realmente o que esta acontecendo tenho que parabenizar tanto o secretario de finanças como na secretaria de educação que nos mostraram os documentos alem de nos explicar tudo com atenção e educação.

PREFEITO DO PP DIZ QUE ”CONFIANÇA” FOI O CRITÉRIO USADO PARA EMPREGAR PARENTES

Share Button

Prefeito Giuliano explica nomeações. Foto: Blog Marcos Frahm

 

A nomeação de parentes de gestores para ocupação de cargos públicos nas prefeituras brasileiras passou a ser um dos assuntos mais abordados pela imprensa neste início de ano, quando novos prefeitos assumiram a gestão em seus respectivos municípios. Em Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá, o prefeito reeleito Giuliano de Andrade Martinelli (PP), empossado na última quinta-feira (16) como vice-presidente institucional da União dos Municípios da Bahia – PB, entidade presidida pelo gestor de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro (PSD), é alvo de críticas nos meios políticos da cidade por ter empregado parentes. Nesta segunda-feira (20), durante entrevista a Rádio Povo de Jaguaquara, foi indagado sobre a nomeação de familiares e respondeu com a justificativa de que, o aspecto ”confiança”, pesou nas nomeações. ”O cargo comissionado é um cargo de confiança do prefeito, ele não é político é confiança. Ele não sofre indicação de ninguém a não ser do prefeito. A partir do momento que é sinalizado, seja pelo Tribunal de Contas dos Municípios, seja pelo Ministério Público, seja o que for da ilegalidade nessa contratação, obrigatoriamente eu teria que rever o meu conceito e tomar outra atitude, mas estou respaldado dentro da lei em vigência. Sei que existem muitas pessoas capacitadas para assumir o cargo, mas hoje eu não me vejo sem a secretária de finanças, uma pessoa que conhece as fianças do município de Jaguaquara. Estou muito tranquilo, mas se caso for solicitado, não tenham dúvidas de que eu cumprirei a lei”, minimizou. A secretária de Finanças elogiada na entrevista é esposa do primo do prefeito. Viviane Martinelli exerce o cargo desde a primeira gestão do prefeito Martinelli, reeleito nas eleições municipais em 2016. Ainda em seu primeiro governo, a sua prima Cristiane Umburanas ocupou o cargo de secretária de Governo, disputou vaga na Câmara Municipal em outubro último, foi eleita vereadora e, na nova gestão, a pasta antes ocupada pela prima é gerida atualmente pela primeira-dama do município, Geisa Martinelli, que deixou o cargo de secretária de Desenvolvimento Social para assumir Governo. Na secretaria de Infraestrutura, quem responde é o irmão da mãe do mandatário, Antônio Andrade, que foi nomeado em 2013 e permanece na atual administração pública, além de primos do prefeito nomeados para cargos no segundo escalão municipal.
O QUE VEM POR AÍ
O chamado nepotismo voltou a ser pauta do Supremo Tribunal Federal (STF) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Há cerca de dez dias, por exemplo, o ministro Marco Aurélio de Mello suspendeu a nomeação de Marcelo Hodge Crivella, filho do prefeito do Rio de Janeiro – Marcelo Crivella (PRB) – para o cargo de secretário-chefe da Casa Civil da prefeitura [veja]. Marco Aurélio entendeu que a nomeação feriu a Súmula Vinculante nº 13, baixada em 2008 pelo próprio STF, que vedou o nepotismo em todas as esferas da administração pública (direta e indireta) de todo o País. A redação da Súmula Vinculante nº 13 proíbe a nomeação de cônjuge, companheiro ou parente das autoridades responsáveis pelas nomeações, até o terceiro grau, ou dos servidores com cargo de chefia no mesmo órgão em que a vaga será preenchida. O que significa que maridos, esposas, companheiros, pais, avós, bisavós, irmãos, filhos, netos, bisnetos, sobrinhos, tios, sogros, sogras, cunhados, genros e noras, na condição de parente até terceiro grau de gestores, estão impedidos de exercer cargo em comissão, de confiança e, também, de função gratificada na administração pública, direta e indireta, da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. Nos últimos anos, porém, o Supremo Tribunal Federal vinha flexibilizando na interpretação da súmula e passou a admitir a nomeação de parentes para os chamados cargos políticos, como o de ministro e de secretário de estado ou município. A decisão do ministro Marco Aurélio Mello ainda será submetida ao plenário do STF. Mas se for acatada pelos demais ministros, será um freio de arrumação no preenchimento de cargos políticos no serviço público por parentes de gestores Brasil afora.

ACHO QUE FALTA BOM SENSO POR PARTE DO PREFEITO LÉO PARA PAGAR ESSES TRABALHADORES E TEM VEREADORES DA SITUAÇÃO QUE DEFENDE O NÃO PAGAMENTO JOGANDO A CULPA NA OUTRA GESTÃO MAS OS FUNCIONARIOS PRESTARAM SERVIÇO PARA PREFEITURA DA CIDADE SE FOSSE O SALARIO DOS SENHORES VEREADORES PARCELADO EM 3 ANOS ESTARIAM APOIANDO O PREFEITORO QUE CLANÃO ?A FINAL O SALÁRIOS DOS SENHORES ESTÃO EM DIA

Share Button
Imagem relacionada

Eoutra coloquem de uma vez por toda na cabeça quem deve é a prefeitura da cidade que é o prefeito de Poções ?

Share Button

Resultado de imagem para sem comentarios

A meta será o pagamento dos salários dentro do mês, diz a prefeita Dra. Gicelia, de Floresta Azul.[parabéns prefeita enquanto o prefeito da cidade de poções nem o mês de dezembro foi pago ainda

Share Button

Atendendo a uma determinação da prefeita Dra. Gicelia, a Secretaria de Administração e Finanças, cuidou para que a folha de pagamento dos salários referentes a fevereiro/ 2017, pudesse ser antecipada, ao feriado de carnaval. As informações estarão sendo enviadas para o banco até esta quarta-feira, 22, com os valores liberados até o dia 23.

Segundo a prefeita, pelo segundo mês da sua administração, os salários estarão sendo quitados no mesmo período trabalhado. “Os salários serão pagos em dia. É uma obrigação sabemos disso, mas, significa que temos responsabilidade com os nossos servidores”, explicou Dra. Gicelia.

Para o mês de março, a prefeita confirma a realização da Jornada Pedagógica, e o início do ano letivo programado para o dia 6.  A volta do Campeonato de Futsal, evento que vai movimentar os finais de semana da cidade, e ainda a realização da Semana de Assistência Social, com várias ações programadas para o dia internacional da mulher.

ASCOM/ FLORESTA AZUL

Ex-prefeito de cidade paulista é preso pela Polícia Federal A “Operação Catatau”, como foi denominada, investiga supostas irregularidades em pagamentos realizados durante a gestão do ex-prefeito

Share Button
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

O ex-prefeito de Dolcinópolis, município de São Paulo, José Luiz Reis Inácio de Azevedo (PSDB), foi preso na manhã desta terça-feira (21), em Porto Seguro, região sul da Bahia, onde o político tem uma casa. O mandado foi cumprido por uma ação conjunta da Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Estadual.

A “Operação Catatau”, como foi denominada, investiga supostas irregularidades em pagamentos realizados durante a gestão do ex-prefeito. O político será levado até a sede da PF de Jales, em São Paulo, para prestar esclarecimentos. A esposa do tucano e uma funcionária foram alvos de condução coercitiva e serão ouvidas na PF, em Porto Seguro.

Depois de ser ouvido pela PF, o ex-prefeito será conduzido para um presídio da região de Jales, onde permanecerá à disposição da Justiça Estadual.

Ontem na câmara de vereadores chegou a conhecimento da população que o prefeito quer pagar o funcionários parcelado em 3 anos é brincadeira isso

Share Button

Resultado de imagem para brasil onde voce e o palhaço

Deputado estadual viras as costa para Poções

Share Button

Resultado de imagem para aguardem

Não confunda minha sinceridade com arrogância na minha criação não me incinaram a se falso ou mentiroso,ass,adriano cruz

Share Button

Resultado de imagem para jornalismo investigativo