Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Jornalismo levado a sério!

Erica

Açougues Angélica

SOS CEL

João Guilherme Materiais Para Construção

MPF aciona prefeitos de três municípios na Bahia por omissão de informações

Share Button
[POÇOES24HS]

[POÇOES24HS]

Gestor e ex-gestores das cidades de Ibititá, São Gabriel, e Wagner foram acionados por não prestarem informações sobre uso de recursos federais, licitações e pagamento de servidores municipais

O Ministério Público Federal (MPF) em Irecê (BA) ajuizou, ainda em dezembro de 2016, quatro ações civis públicas por atos de improbidade administrativa, com pedidos liminares, contra Edicley Souza Barreto, Gean Ângela Rocha e Natã Garcia Hora, por omissão de informações durante as gestões encerradas em 2016 nos municípios baianos de Ibititá, São Gabriel, e Wagner, respectivamente.

Edicley Barreto, reeleito para o cargo de prefeito em Ibititá (BA), a 526km de Salvador, responde a duas das quatro ações ajuizadas em dezembro — e, ainda, a outras duas anteriores, de outubro de 2016. O prefeito é acusado de não fornecer informações requisitadas pelo MPF sobre possíveis irregularidades na utilização de verbas federais provenientes do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e também em licitações, utilizando recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) para execução de contratos com uma construtora.

Gean Ângela Rocha, ex-prefeita de São Gabriel (BA), a 494km de Salvador, é acusada de omitir informações sobre irregularidades no pagamento dos profissionais de Educação do município – incluindo atrasos de pagamento que foram confirmados pela própria ex-gestora. O MPF requisitou informações mais específicas a ela sobre verbas destinadas a esses servidores e aos atrasos ocorridos na sua gestão desde 2013, no que não foi atendido.

Natã Garcia Hora, ex-prefeito de Wagner (BA), a 407km de Salvador, foi acionado por não fornecer informações sobre possíveis irregularidades em uma licitação realizada pela prefeitura em fevereiro de 2016.

Nas ações, ajuizadas pelo procurador da República Márcio Albuquerque de Castro, o MPF requer, liminarmente, que os três acusados forneçam as informações previamente solicitadas; que Edicley Barreto envie informações sobre contas referentes ao recursos do PDDE e das licitações; e que Natã Hora também envie informações sobre o processo licitatório em questão.

O órgão reafirmou os pedidos em caráter definitivo e requereu que os três acionados sejam condenados nas penas previstas no art. 12, inciso III da Lei nº 8.429/92 (Lei de Improbidade Administrativa), que prevê ressarcimento integral do dano; perda da função pública; suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos; pagamento de multa civil de até 100 vezes o valor do salário recebido; e proibição de contratar com o Poder Público ou receber dele benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios por três anos.

EXCLUSIVO, VIDEO DE AGORA, MOSTRA CONFRONTO EMINENTE DE ACONTECER NA PENITENCIARIA DE ALCAÇUZ.

Share Button

Detentos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, na Grande Natal, voltaram a se rebelar nesta terça-feira, 17, e estão na iminência de se envolver num confronto campal, de acordo com relato de autoridades de segurança. Vídeo gravado em uma das guaritas da unidade nesta manhã e obtido pela reportagem exibe a confusão no presídio e a reação de policiais militares e agentes penitenciários.

As imagens revelam barricadas entre o pavilhão 4, dominado por integrantes do Sindicato do Crime do RN (SDC), e o antigo pavilhão 5, hoje Presídio Rogério Coutinho Madruga, dominado por membros do Primeiro Comando da Capital (PCC). A ação do PCC contra o SDC no pavilhão 4 no sábado, 14, deixou 26 mortos.

Um policial narra a cena, temendo uma escalada da violência. “A gente atira para poder não deixar ter confronto porque se houver confronto vai ser morte demais. De um lado, tem 400 e poucos do Sindicato e, de outro, tem quase 600 que são do PCC”, disse o PM não identificado. “Então, a gente está numa situação difícil. Só tem dois oficiais presentes”, acrescentou.

O policial receia que a contenção pelas forças de segurança não seja suficiente para evitar novas mortes. “A gente está na batalha para não deixar haver o confronto. Mas a gente acha que isso aqui não tem condições, não. Não tem condições de segurar. A gente vai só tentar evitar o confronto, estamos usando a munição não letal. Se não for agora, com certeza à noite vai haver confronto”, disse.
Setenta e duas horas após a rebelião que culminou com o massacre, os presos de Alcaçuz ainda circulam livremente no interior dos pavilhões, que tiveram a estrutura de tranca das celas quebradas.
O governador do Estado, Robinson Faria (PSD), se reuniu na manhã desta terça com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, e pediu reforço no número de agentes da Força Nacional que já atuam no Rio Grande do Norte. A administração estadual quer apoio federal para contenção da situação no interior da unidade prisional.
“As tropas devem atuar em apoio ao Batalhão de Polícia de Choque (BP Choque) nas ações no sistema prisional. De pronto, o ministro atendeu ao pedido do governador de disponibilização de uma aeronave do ministério para a transferência dos cinco chefes de facções criminosas retirados do presídio na tarde de ontem, em operação conduzida pela polícia do RN. Os detentos serão transferidos para presídios federais”, informou o governo em nota.

Crianças são resgatadas de incêndio por eletricista ‘herói’ em Santos

Share Button

Caso aconteceu na manhã desta terça-feira (17); um cachorro também foi salvo

© Reprodução / Facebook

De acordo com o G1, o homem, que usou apenas uma escada para entrar no apartamento antes da chegada do Corpo de Bombeiros, disse que lembrou da própria filha quando decidiu agir.

“Eu vi crianças na janela. Pensei na minha filha. Eu subi pelo lado de fora até a janela do andar de cima, veio um rapaz com uma escada, mas não dava a altura para chegar ao apartamento. A gente apoiou a escada no muro. Eu estava nervoso, desesperado porque via as crianças pedindo socorro. Puxei a primeira menina que era menor e fui puxando as outras”, conta Jorge Araujo da Silva ao G1.

O ‘herói’ estava indo realizar um serviço próximo ao local quando notou o fogo. As meninas, que tem entre 6 e 12 anos, passam bem.

 

BA tem mais presos que a capacidade em 70% de presídios; 4 estão parados Estado tem hoje 13.822 internos, mas pode abrigar apenas 10.848. Três unidades estão prontas, mas paradas; outra está desativada por obras.

Share Button
Conjunto Penal de Eunápolis tem capacidade para 16 presos, mas 113, segundo a DPE (Foto: Divulgação/DPE)Bahia tem 13.822 internos, mas possui vaga apenas para 10.848 detentos. (Foto: Divulgação/DPE)

Setenta por cento do total de 24 unidades prisionais que estão em funcionamento atualmente na Bahia, geridas pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), estão com número de presos acima da capacidade. Enquanto o déficit de vagas no sistema carcerário do estado é hoje de 2.974, três novos presídios prontos  há cerca de um ano e outro que está desativado para obras desde 2013 estão sem funcionar. Mesmo que estivessem em operação, não seriam capaz de suprir a demanda carcerária da Bahia.

Defensoria diz que presos estão empilhados e que se revezam para dormir (Foto: Divulgação/DPE)Defensoria denunciou que presos estão
‘empilhados’ em Eunápolis. (Foto: Divulgação/DPE)

O número total de internos hoje no estado é 13.822, enquanto o número de vagas disponíveis não passa de 10.848. A maioria dos detentos é formada por presos provisórios, aqueles que ainda aguardam julgamento (7.160). A população carcerária está acima da capacidade em 17 unidades prisionais atualmente em operação no estado.

Novas unidades construídas em Barreiras (região oeste), Irecê (região centro-norte) e Salvador, dentro do Complexo Penitenciário da Mata Escura, estão prontas e têm capacidade para comportar 1.700 detentos, o que amenizaria o deficit de vagas hoje do estado. Mas nenhuma das três funciona ainda porque, segundo a secretaria, aguardam licitação há um ano para que possam operar. A Seap não tem informação de quanto cada nova unidade custou aos cofres públicos.

O presídio da cidade de Esplanada, a cerca de 155 km de Salvador, é outro que também não está em operação. A unidade, que pode comportar 112 detentos, foi desativada para realização de reforma há mais de três anos, após uma rebelião de presos, e desde então segue fechada, sem nenhum reparo. Os internos que cumpriam pena no local foram transferidos para outras unidades prisionais em Salvador e Serrinha, a cerca de 173 km da capital.

Conforme a Seap, as obras para correção dos problemas estruturais da unidade de Esplanada estão previstas para terem início ainda em 2017. O órgão, no entanto, não deu previsão de quando o presídio deve ser reativado.

A Seap informou que tem buscado resolver os problemas de superlotação nas unidades prisionais do Estado e disse que, ainda no primeiro semestre de 2017, pretende disponibilizar as 1.700 vagas dos novos presídios já construídos em Barreiras, Irecê e Salvador.

Segundo a Seap, a previsão inicial era de que as três unidades começassem a receber presos já em 2016, após a conclusão das obras, mas houve “problemas” nos processos licitatórios feitos anteriormente, o que fez a previsão de entrega ser estendida para até o fim do primeiro semestre de 2017. O órgão não especificou quais problemas ocorreram, mas disse que as novas unidades estão sendo objeto de licitação nesta semana com publicação do edital marcada para até a quarta-feira (18).

Conforme o órgão, outro presídio está em fase final de construção em Brumado, na região sudoeste do estado. A unidade tem 90% das obras concluídas e a previsão é de ser entregue até o final do ano. A Seap não disse quantas vagas deverão ser disponibilizadas com a unidade de Brumado, o que, segundo o órgão, deve ser divulgado assim que as obras forem finalizadas. O órgão afirmou, no entanto, que pretende, até o final de 2017, “zerar” o déficit prisional.

Presos serraram grades de cela de cadeia em Salvador (Foto: Divulgação/Sinspeb-BA)Presos serraram grades de cela de cadeia em
Salvador (Foto: Divulgação/Sinspeb-BA)

Superlotação e fugas
Enquanto as novas vagas no sistema carcerário baiano não são disponibilizadas, detentos e agentes penitenciários do estado reclamam da superlotação de unidades prisionais, como o Conjunto Penal de Eunápolis. O local que tem capacidade para 457 detentos, mas abriga atualmente 754. A unidade é destinada a presos do sexo masculino condenados e, excepcionalmente, a presos provisórios, das comarcas de Eunápolis, Belmonte, Itabela, Itapebi, Porto Seguro, Guaratinga, Itagimirim e Santa Cruz Cabrália.

Na última semana, a Justiça determinou a transferência de 34 presos já sentenciados da unidade após a ação movida pela Defensoria Pública do Estado da Bahia (PDE-BA). O órgão apontou que presos do Conjunto estavam “empilhados” em ambiente “insalubre e degradante” e que são obrigados até a fazer revezamento para dormir. A Defensoria recomendou a interdição total dos locais denominados “Seguro A e B”, assim como da cela 23-A, em razão, conforme o órgão, da incompatibilidade de estrutura dos locais com o que determina a Lei de Execução Penal. O DPE pede que sejam realizadas obras de infraestrutura e ampliação nos locais, e que os presos dos setores sejam inseridos em prisão domiciliar ou remanejados para outros locais.

Presos fugiram de cadeia em Salvador (Foto: Divulgação/Sinspeb-BA)Presos fugiram de cadeia em Salvador.
(Foto: Divulgação/Sinspeb-BA)

As duas repartições do Conjunto Penal intituladas de “Seguro A” e “Seguro B” e a cela 23-A são compostas por quatro celas cada. Segundo a DPE, deveriam comportar, no máximo, dois internos por cela, ou seja, um total de 16 pessoas. Contudo, de acordo com órgão, foi constatado que nesses locais estão mais de 113 internos.

O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb-BA) também atribui as constantes fugas e até mortes que ocorrem nos presídios à superlotação das unidades. “Na maioria das unidades prisionais, o agente está como refém em todos os momentos em que ele entra dentro de um pátio de uma unidade prisional que tem 20,30 ou 40 vezes mais presos”, disse Geonias Santos, presidente do Sinspeb-BA.

Somente no ano passado, oito detentos morreram dentro de unidades da Seap, sete deles vítimas de brigas entre grupos rivais eum por morte natural, segundo o órgão.

Em 2016, segundo a Seap, 41 detentos fugiram de unidades geridas pelo órgão. Em 2017, já são 21 fugas, 17 delas da Cadeia Pública de Salvador, que fica no Complexo Penitenciário de Mata Escura, na madrugada de sexta-feira (13). A unidade tem capacidade para 808 detentos, mas abriga mais 1240.

Presos fugiram de cadeia em Salvador (Foto: Divulgação/Sinspeb-BA)Presos fugiram de cadeia em Salvador.
(Foto: Divulgação/Sinspeb-BA)

Após a fuga em massa, o governador da Bahia, Rui Costa, determinou ao secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização, Nestor Duarte, a exoneração do diretor da Cadeia Pública, o capitão da PM Pablo Fagner Araújo Carvalho, e do diretor adjunto da unidade prisional, Paulo Cesar Gonçalves Sacramento.

A outra fuga de unidades da Seap ocorreu em Jequié, na noite de domingo (15). Cinco internos do Conjunto Penal de Jequié escaparam do módulo 2. Os internos serraram as grades da cela e usaram duas cordas artesanais, uma para fugir do módulo e outra para ultrapassar o muro que protege a unidade.

Nos últimos dias, a Bahia também registrou fuga de presos de carceragens de delegacias que são de competência da Polícia Civil, como as de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo baiano, e em Remanso, na região norte. Em um período de três dias, de sexta-feira (13) a domingo (15), 47 fugiram no estado de penitenciárias e delegacias.

O superintendente da Gestão Prisional do estado da Bahia, major Júlio César Santos, admite que, por conta do número alto de presos, fugas podem ocorrer.  “Nós temos um número grande de pessoas encarceradas e, infelizmente, isso é um fato que pode vir a acontecer. Mas isso também um processo de superencarercamento que temos no Brasil por conta do nosso ordenamento jurídico “, afirmou.

UNIDADES PRISIONAIS DA BAHIA GERIDAS PELA SEAP:
UNIDADES CAPACIDADE TOTAL DE INTERNOS
Conjunto Penal de Lauro de Freitas 430 457
Conjunto Penal de Itabuna 670 1.324
Conjunto Penal de Vitoria da Conquista 750 410
Conjunto Penal de Juazeiro 749 767
Conjunto Penal de Valença 268 547
Conjunto Penal de Eunápolis 457 754
Conjunto Penal de Serrinha 476 163
Casa do Albergado e Egresso 110 74
Colônia Lafaiete Coutinho 284 436
Centro de Observação Penal 96 28
Hospital de Custodia e Tratamento 150 173
Conjunto Penal Feminino no Complexo da Mata Escura – Salvador 132 106
Penitenciária Lemos Brito no Complexo da Mata Escura – Salvador 771 1.495
Presidio Salvador no Complexo da Mata escura – Salvador 548 713
Unidade Especial Disciplinar (UED),  no Complexo da Mata Escura – Salvador 432 232
Cadeia Publica de Salvador – no Complexo da Mata Escura – Salvador 808 1240
Anexo Provisório – no complexo da Mata Escura – Salvador 260 252
Conjunto Penal de Feira de Santana 1.356 1784
Conjunto Penal de Jequié 416 937
Conjunto Penal de Vitória da Conquista – Advogado Nilton Gonçalves 187 257
Presidio de Ilhéus – Advogado Ariston Cardoso 180 228
Presidio de Paulo Afonso 410 411
Conjunto Penal de Teixeira de Freitas 316 748
Colônia Penal de Simões Filho 244 286

POLICIA CIVIL NO COMANDO DA DELEGADA DR ALESSANDRA,POLICIA MILITAR NO COMANDO TENENTE JAIRO ,E GUARDAS MUNICIPAIS FIZERAM UMA REVISTA HOJE NAS CELAS DA DELEGACIA DE POÇÕES-

Share Button

[FOTOPOÇÕES24HS]

[FOTOPOÇÕES24HS]

POR DETERMINAÇÃO DO DPC HOJE POR VOLTA DAS 11:30 da manhã no comanda da delegada titular de Porções Dr. Alexandra, mas a policiais do 79-cipm no comando do tenente Jairo mais policiais civil e a guarda municipal da cidade de Poções fizeram uma revista na carceragem da delegacia de poções, foi encontrado facas, celulares, e uma Tereza para fuga, Tereza e uma corda que os presos fazem e uma substância aparentemente droga

[FOTOPOÇOES24HS]

[FOTOPOÇOES24HS]

[FOTOPOÇOES24HS]

[FOTOPOÇOES24HS]

[FOTOPOÇOES24HS]

[FOTOPOÇOES24HS]

[FOTOPOÇOES24HS]

[FOTOPOÇOES24HS]

Policiais disparam contra detentos amotinados em penitenciária do RN

Share Button

Os tiros foram disparados das guaritas que cercam o presídio. Ainda não há confirmação oficial sobre a munição utilizada

© Reprodução/TV Globo

Policiais Militares dispararam seguidas vezes em direção do interior do presídio de Alcaçuz, na região metropolitana de Natal, por volta das 13h, desta terça-feira (17), após novo momento de tensão entre facções rivais.

Os tiros foram disparados das guaritas que cercam o presídio. Ainda não há confirmação oficial sobre a munição utilizada.A reportagem presenciou o uso de pistolas pelos PMs. A polícia afirma que utiliza apenas armas não letais, como as que disparam balas de borracha. Questionada pela reportagem, a corporação disse que a o orientação para os PMs é apenas esta.

No sábado (14), 26 detentos foram mortos em mais um massacre em penitenciárias brasileiras neste ano. Ainda não há confirmação oficial do Estado, mas a causa dos disparos pode ter sido uma tentativa de invasão dos presos a uma ala em que estão detentos de facções rivais.

Detentos do presídio de Alcaçuz seguem livres dentro dos pavilhões e ainda ocupam os telhados da detenção nesta terça (17). O governo do Estado afirma que vai reformar o presídio para construir um muro separando as duas facções que controlam o local.

Nesta segunda (16), policiais militares entraram no presídio e retiraram cinco homens que, segundo o governo do Estado, lideraram o massacre que matou 26 presos no último sábado (14). Eles foram transferidos. O governo do Estado, no entanto, não revelou qual foi o destino.

A maioria dos mortos pertence ao Sindicato do Crime do Rio Grande do Norte, facção criminosa que domina a maioria dos presídios do Estado. O Sindicato é uma dissidência do PCC (Primeiro Comando da Capital) surgida por volta de 2012 da qual todas vítimas faziam parte. A detenção está dividida em dois setores. Em um lado estão detentos do PCC e do outro, do Sindicato do Crime.

O secretário de Justiça e Cidadania do Estado, Wallber Virgulino, afirmou nesta segunda que a polícia controla o presídio com agentes nas guaritas, mas reconheceu que a situação da estrutura é precária. “Os pavilhões estão destruídos e eles sobem nos telhados para tentar se defender”, disse. Com informações da Folhapress.

 

Trajetória política de Geddel é recheada de acusações de corrupção As principais tiveram início quando o ex-ministro era um jovem de apenas 25 anos

Share Button

© Reprodução

Em 1984, aos 25 anos, ele foi diretor da corretora de valores do banco estadual da Bahia, o Baned, vendido ao Bradesco em 1999. Foi acusado à época de utilizar taxas de rentabilidade superiores às praticadas no mercado para favorecer “um restrito grupo de clientes”, conforme relata matéria da Folha de S. Paulo.

Do pequeno grupo, beneficiado em valores atuais equivalentes a R$ 2,72 milhões, faziam parte o próprio Geddel, seu pai, Afrísio Vieira Lima, seu irmão Lúcio Vieira Lima e sua mãe. O escândalo rendeu demissão ao ex-ministro, que se defende argumentando que foi inocentado em investigações do Banco Central e do Conselho de Recursos do Sistema Financeiro.

NOVAS ACUSAÇÕES EM 1994

Dez anos depois, em janeiro de 1994, na condição de deputado federal, Geddel foi envolvido no escândalo dos Anões do Orçamento, segundo o qual, relembra o Uol, um grupo de quase 40 parlamentares foi acusado de manipular emendas para favorecer empreiteiras – prática escancarada atualmente pela operação Lava Jato.

Na CPI do Orçamento para se defender, o ex-ministro foi às lágrimas ao comentar o fato de seu nome constar na lista de um diretor da Odebrecht ao lado de um percentual de 4%. “Se esse percentual significa um cálculo matemático de ajuda a campanhas eleitorais futuras, como disse o diretor da empresa, a mim não chegou qualquer oferta. Se ousasse chegar, seria repelida de maneira viril”, rebateu, segundo o Uol.

Adversário de Antonio Carlos Magalhães, Geddel sofreu no início dos anos 2000 com o ex-presidente do Senado, que chegou a distribuir fitas intituladas “Geddel vai às compras”, que tratavam do suposto enriquecimento ilícito do político e de seus parentes.

ATUALIDADE

O tempo passou mas as acusações a Geddel não cessaram. Em 2016, ele não conseguiu se sustentar no cargo de ministro-chefe da Secretaria de Governo do presidente Michel Temer. Foi acusado de pressionar o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero a liberar a construção de um prédio de 107 metros de altura em área do patrimônio histórico de Salvador – Geddel tinha um apartamento comprado no imóvel.

O mais recente escândalo ocorreu na sexta-feira (13), quando policiais federais promoveram buscas em imóveis do ex-ministro na capital baiana a fim de encontrar provas da participação dele em fraudes na Caixa Econômica Federal. A ação foi batizada de Operação Coi Bono.

 

Moradores na Bahia temem picadas de escorpião após ataque a crianças Menina morreu e outras duas crianças foram picadas em Barra do Choça. Prefeitura municipal diz que realiza ações para tentar prevenir ataques.

Share Button

Picada de escorpião matou criança na região sudoeste (Foto: Reprodução/TV Bahia)Moradores de Barra do Choça, no sudoeste da Bahia, estão preocupados com ataques de escorpiões após uma criança de seis anos morrer e outra ficar em estado grave após serem picadas no município. Segundo a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), somente em 2016, 71 pessoas foram picadas por escorpiões na cidade.

No estado, foram nove mil acidentes com escorpiões, segundo dados do Centro de Informações Antiveneno da Bahia (Ciave).

O caso mais recente ocorreu na última quarta-feira (11), quando uma criança de 12 anos foi atacada enquanto dormia na casa onde mora, no bairro Ouro Verde.

A vítima foi encaminhada para um hospital da cidade, mas já teve alta e passa bem. A situação, no entanto, é considerada mais crítica na zona rural do município, onde os moradores afirmam que os escorpiões aparecem com muita frequência.

No assentamento Pátria Livre, onde moram 32 famílias, uma menina de 9 anos morreu em novembro do ano passado após ter sido atacada.

O pai da vítima, Irineu Trindade, conta que a criança brincava nos fundos de casa quando foi picada. “Acho que [o escorpião] caiu do telhado no braço dela e ela foi picada. E quando minha mãe percebeu ela já estava chorando”, disse.

Outro menino de apenas 4 anos, que também mora na localidade, ficou em estado grave após ser picada, mas sobreviveu. A tia, Valdinólia Santos, conta que ele foi parar na UTI, onde ficou internado por mais de uma semana e teve uma série de complicações.

“Atingiu os dois pulmões dele, o coração e o cérebro. O coração dele ficou funcionando através de aparelhos e, graças a Deus, hoje ele está em casa, bem recuperado”, afirmou. “Diariamente, a gente encontra nas casas. Eu acho que todos os moradores daqui acham com frequência”, destacou a estudante Carla de Jesus, que também reside na região.

O coordenador da Vigilância Epidemiológica do município disse que algumas ações estão sendo programadas pela prefeitura para tentar reduzir o número de acidentes com escorpiões na região. “Já temos uma programação para que possamos ir nesses assentamentos para fazer um diagnóstico e ver quais ações tomar na localidade”, afirmou Nilson Soares

Homem é preso suspeito de estuprar e engravidar a própria irmã de 13 anos na Bahia Adolescente, que era órfã de mãe, morava com o irmão, a mulher dele e o sobrinho

Share Button
Abusos foram descobertos quando a menina passou mal e foi encaminhada para um hospitalReprodução/Record TV Itapoan

Um homem de 31 anos foi preso suspeito de estuprar a própria irmã, uma adolescente de 13 anos, no povoado de Baixa do Boi, zona rural de Paulo Afonso, no norte da Bahia. Vanilson Miguel da Silva foi preso depois que a menina relatou o caso ao Conselho Tutelar e à polícia.

Segundo a polícia, os abusos foram descobertos quando a menina passou mal e foi encaminhada para um hospital onde os médicos constataram que ela está grávida. A menina informou que o pai do bebê é o irmão. O período de gestação da menina não foi divulgado.

A adolescente foi levada para um abrigo da cidade, onde está sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar. Segundo a vítima, os abusos acontecem desde os 12 anos.

A vítima não tem mãe e o pai vive em Sergipe, por isso morava com o irmão, a mulher  dele e o sobrinho.

Acidente mata pai e quatro filhos na BA e deixa carro irreconhecível; fotos Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste do estado. Informações foram divulgadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Share Button
Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste da Bahia (Foto: Weslei Santos/Blog do Sigi Vilares)Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste da Bahia (Foto: Weslei Santos/Blog do Sigi Vilares)

Cinco pessoas morreram e pelos menos outras três ficaram feridas em um acidente envolvendo um carro de passeio e uma caminhonete na BR-020, próximo ao distrito de Roda Velha, entre os municípios de São Desidério e Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia. A batida ocorreu na madrugada desta terça-feira (17). As vítimas foram um pai e quatro crianças que são filhas dele, segundo informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste da Bahia (Foto: Edivaldo Braga/Blog Braga)Batida entre carro e caminhonete ocorreu na
BR-020, no oeste (Foto: Edivaldo Braga/Blog Braga)

De acordo com o órgão de trânsito, o acidente ocorreu por volta das 0h30, na altura do km-150 da rodovia. Pai e filhos, de 4, 7, 9 e 11 anos, estavam no carro de passeio.

A suspeita inicial é de que o condutor tenha tentado fazer uma ultrapassagem quando colidiu frontalmente com a caminhonete, que seguia no sentido oposto. Ainda conforme a PRF, todas as crianças estavam no banco de trás do veículo e nenhuma usava cadeirinha.

Segundo a PRF, além do pai e dos quatro filhos, a mãe das crianças, de 32 anos, também estava no carro e ficou ferida. A mulher foi socorrida e encaminhada para uma unidade de saúde de Luís Eduardo Magalhães por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Não há informações sobre o estado de saúde dela.

A família tinha saído da cidade baiana de Miguel Calmon e seguia para Planaltina, no Distrito Federal. Os demais feridos, que não tiveram identidade divulgda, estavam na caminonete, segundo a polícia. O estado de saúde deles também não foi divulgado. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Barreiras.

Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste da Bahia (Foto: Weslei Santos/Blog do Sigi Vilares)Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste da Bahia (Foto: Weslei Santos/Blog do Sigi Vilares)
Carro onde família estava ficou destruído em acidente na Bahia (Foto: Weslei Santos/Blog do Sigi Vilares)Carro onde família estava ficou destruído em acidente na Bahia (Foto: Weslei Santos/Blog do Sigi Vilares)
Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste da Bahia (Foto: Edivaldo Braga/Blog Braga)Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste da Bahia (Foto: Edivaldo Braga/Blog Braga)
Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste da Bahia (Foto: Edivaldo Braga/Blog Braga)Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste da Bahia (Foto: Edivaldo Braga/Blog Braga)
Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste da Bahia (Foto: Edivaldo Braga/Blog Braga)Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste da Bahia (Foto: Edivaldo Braga/Blog Braga)
Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste da Bahia (Foto: Edivaldo Braga/Blog Braga)Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste da Bahia (Foto: Edivaldo Braga/Blog Braga)
Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste da Bahia (Foto: Edivaldo Braga/Blog Braga)Batida entre carro e caminhonete ocorreu na BR-020, no oeste da Bahia (Foto: Edivaldo Braga/Blog Braga)